Atlético Goianiensebrasao-goias-3Vila Nova
appleandroidtwitterfacebookyoutubeinsta-bordaemail

Foto: Arthur Magalhães / Portal 730
harlei nos debates 01 arthur
O Goiás enfrentou o Boa Esporte na noite desta quarta-feira (01). O duelo, disputado no Estádio Melão, em Varginha (MG), foi válido pela 2ª fase da Copa do Brasil. Após empate no tempo normal por 0 a 0, a partida foi decidida em cobrança de pênaltis. Uma noite que marcou o ápice de Marcelo Rangel no clube esmeraldino. O goleiro foi importante no tempo normal e decisivo nas penalidades máximas.

Em entrevista à Rádio 730, o diretor de futebol e ex-goleiro do Goiás Harlei Menezes exaltou o trabalho de Rangel. “Tudo é mérito do trabalho dele e também de seus auxiliares, como o professor Marlos e o Flávio Mendes. Eles sim são trabalhadores e muito competentes. O Marcelo foi brilhante nesta noite e nos deu a classificação. É um atleta que tem tido um comportamento e um comprometimento ímpar com a camisa do Goiás”, afirma.

Apesar da grande atuação de Rangel, a postura do time esmeraldino em campo incomodou o dirigente. Mesmo com as grandes contratações realizadas por Harlei, o Goiás ainda não conseguiu tirar a liderança do estadual do Vila Nova e, para piorar, ainda perdeu a segunda colocação geral para a Aparecidense. A atuação do esmeraldino contra o Boa preocupou Harlei.

“Não gostei. Achei a equipe do Goiás com pouco poder de definição e com pouca transição entre meio-campo e ataque. Tivemos pouquíssimas finalizações. Estamos preocupados e precisamos corrigir para mudar um pouco essa situação que nos vem incomodando. Sabemos também que tem muito jogador que precisa crescer muito”, ressalta.

O Goiás agora aguarda o embate entre Ponte Preta e Cuiabá, às 19h30 desta quinta-feira (02), para saber quem será seu adversário na 3ª fase da Copa do Brasil.

Ouça a 730
apple android
(62) 98400-1757