Atlético Goianiensebrasao-goias-3Vila Nova
appleandroidtwitterfacebookyoutubeinsta-bordaemail

Foto: Rosiron Rodrigues/GEC
patrick gec
Patrick começou o ano no banco de reservas do Goiás, mas com o problema na lateral-esquerda, foi “acionado” por Gilson Kleina. Após as lesões de Paulinho e Felipe Saturnino, o jogador jogou como lateral nas duas últimas partidas do time esmeraldino (contra Goianésia e Itabaiana), mesmo sendo volante de origem.

No confronto contra o time de Sergipe na primeira fase da Copa do Brasil, Patrick agradeceu a confiança recebida por parte do técnico esmeraldino e falou da importância da classificação do Goiás para a próxima etapa da competição.

“O Kleina deu a confiança de que estamos no caminho certo. Foi uma partida muito complicada, mas conseguimos a classificação, o que não tinha acontecido nas últimas edições. Para nós é muito bom, ficamos felizes de sabermos que o trabalho está sendo bem feito”.

Quem não conhece a história de Patrick não imagina que o jogador começou sua carreira como lateral-esquerdo e que, por já ter atuado na posição, tem até uma inspiração bem conhecida. “Eu comecei como lateral-esquerdo, na categoria de base do Olaria e me espelhei no Roberto Carlos. Não tem como ser outro, ele é um cara que admiro muito”.

Além dele, outro jogador vem sendo improvisado na lateral: Pedro Bambu. O volante atuou no lugar do lateral-direito Hélder e não decepcionou. No jogo contra o Itabaiana, pela Copa do Brasil, Bambu marcou um dos gols da vitória por 4 a 2, o seu priemiro com a camisa do Goiás.

Patrick encara essa chance que ele e Bambu receberam como uma oportunidade de mostrar o futebol e de ajudar o time. “O professor nos dá toda a confiança, já trabalhamos na função e ai pintou uma oportunidade ajudar o grupo. Vamos entrar em campo para dar o nosso melhor e recompensar a confiança. O importante é que estamos conseguindo bons resultados”.

Léo Gamalho

Não tem como falar de Goiás e não citar Léo Gamalho. O atacante marcou oito gols em seis partidas nesta temporada e fez o torcedor “esquecer” Walter, que não começou muito bem o ano. Patrick disse que o sistema defensivo tem “trabalhado” para ele e feito de tudo para que a bola chegue aos pés do goleador.

“O Gamalho está em um momento maravilhoso. Temos que aproveitar isso ao máximo. Cada um tem sua função dentro de campo e a nossa é defender para fazer com que a bola chegue bem no ataque para ele concluir em gol. Graças a Deus isso está acontecendo. Estou feliz pelo momento do amigo e pelo momento do Goiás também”, explica o jogador.

O Goiás volta a campo nesta segunda-feira (20) para enfrentar a Aparecidense na abertura do segundo turno do Campeonato Goiano. A partida será às 19h30 no Estádio Hailé Pinheiro (Serrinha).

Ouça a 730
apple android
(62) 98400-1757