Atlético Goianiensebrasao-goias-3Vila Nova
appleandroidtwitterfacebookyoutubeinsta-bordaemail

Foto: Rosiron Rodrigues / GEC
goiasxuberlandia
Terminou empatado o primeiro teste do Goiás em 2017. O esmeraldino saiu atrás no placar quando Bruno Costa marcou para o Uberlândia, mas no segundo tempo o prata da casa Rezende saiu do banco de reservas e empatou para o Goiás: 1 a 1, jogo treino realizado no Estádio da Serrinha, na tarde desta quarta-feira (18).

O jogo

O jogo-treino foi dividido em dois tempos de 50 minutos e o técnico aproveitou a partida para fazer testes no elenco, mudando todo o time na volta do intervalo. O time que iniciou a partida contou com: Marcelo Rangel; Hélder, Éverton Sena, Fábio Sanches e Paulinho; Victor Bolt, Pedro Bambu, Léo Sena e Jean Carlos; Carlos Eduardo e Léo Gamalho.

Na segunda etapa, o time esmeraldino foi composto por: Matheus; Rezende, Felipe Macedo, Alex Alves e Jefferon; Toró, Ramires e Mael; Medina, Dodô e Jarlan.

O autor do gol

Imagem: Reprodução/TV Anhanguera
rezende goias anhanguera
Com as trocas na etapa final, alguns garotos oriundos da base do Goiás acabaram ganhando uma oportunidade no jogo-treino. O volante Rezende, prata da casa, saiu do banco de reservas para marcar o gol de empate do Verde. “Foi bom ter começado individualmente com o pé direito, com esse gol. Mas foi só o primeiro jogo, nossa equipe tem muito o que melhorar ainda”.

Com um curto calendário de jogos em 2016, o Uberlândia começou sua preparação para 2017 ainda em dezembro do ano passado, diferentemente do alviverde, que iniciou sua pré-temporada há 20 dias. Para Rezende, essa diferença no tempo de trabalho influenciou no desempenho dentro de campo, mas acredita que esses jogos-treino são essenciais para a preparação dos jogadores.

“Nós tivemos alguns baixas de última hora e precisamos improvisar. Eu mesmo joguei fora da minha posição. Mas acho que o importante mesmo é para dar ritmo de jogo, pois é muito diferente estar treinando e jogar. Então foi válido pra gente começar a sentir o clima de jogo, a torcida compareceu e foi bom sim”, afirma o atleta.

Aos 21 anos, o volante está no Goiás desde 2015, quando integrava a equipe sub-20 esmeraldina. Em 2016 subiu para a equipe profissional, mas jogou apenas um jogo: a vitória de 2 a 1 sobre o Sampaio Corrêa na última rodada da Série B. Foi nesta partida que, inclusive, marcou seu primeiro gol como profissional do Goiás.

Mais experiente, Rezende garante ter aprendido muito na temporada passada, principalmente em relação aos treinamentos e o clima de vestiário. Em 2017, o jogador espera ter mais chances para mostrar seu futebol. “Eu acho que terei minha oportunidade. O professor Gilson Kleina sabe o que eu posso agregar para a nossa equipe, então eu acho na hora certa eu terei minha chance no time”.

O Goiás volta a campo no próximo sábado (21), novamente em um jogo-treino, desta vez contra o Real Brasília. A partida será às 10h00, no Estádio da Serrinha.

Ouça a 730
apple android
(62) 98400-1757