Atlético Goianiensebrasao-goias-3Vila Nova
appleandroidtwitterfacebookyoutubeinsta-bordaemail

Imagem: Milton Bueno/Apito Esportivo
goias corisabba milton bueno
O Goiás encerrou a participação na primeira fase da Copa São Paulo de Futebol Júnior com mais uma vitória no torneio. 4x2: esse foi o placar da partida realizada contra o Cori-Sabbá-PI, na manhã deste domingo, 8, no Estádio Nicolau Alayon, em São Paulo. O suficiente para o Alviverde manter a primeira colocação da sua chave.

Dessa forma, além de finalizar na liderança do Grupo 24, o time goiano conquistou este feito com nove pontos ganhos. Ou seja, com 100% de aproveitamento, já que havia vencido o Pérolas Negras-HAI, por 4 a 0 na estreia da competição e virou - 2x1 - para cima do Nacional na segunda rodada. Na próxima fase, que já será eliminatória, o time jogará contra o segundo colocado do Grupo 23, cuja definição sairá ainda neste domingo.

O chaveamento - 23 - tem hoje o Flamengo na liderança, com seis pontos conquistados, seguido de perto pelo São Caetano, que aparece com a mesma pontuação. A diferença entre as equipes está no saldo de gols. O time carioca aparece com seis tentos. Dois de vantagem para o clube da região do ABC paulista. Ambos se enfrentam no Anacleto Campanella, casa do Azulão, às 19h45.

As mudanças

O Goiás começou a partida com oito alterações em relação ao jogo contra o Nacional-SP. Mesmo com atletas que já atuaram a competição, foi notável a falta de entrosamento entre os esmeraldinos. Em especial durante o primeiro tempo, o time manteve sua característica de toque de bola e atenção na marcação. Contudo, o saída rápida do meio-campo ao ataque não foi tão efetiva como nas outras duas partidas do Verdinho pelo Grupo 24. Sílvio Criciúma começou o duelo contra o Cori-Sabbá com três atacantes, mas a superioridade ofensiva não foi como a esperada.

Os testes

Conforme opinou o comentarista Milton Bueno, do Apito Esportivo, a preferência pelos ‘novos’ jogadores talvez tenha sido uma escolha do treinador esmeraldino para realização de testes. E começando pelo gol, alguns atletas merecem ressalvas pela postura em campo. O goleiro Agenor foi seguro e atento como o titular Vinicíus; Rafael ousou pelo lado com muitas subidas ao ataque, não deixando a marcação de lado; João Neto foi seguro com muitas roubadas de bolas; e a dupla Patrick e Tiago Reis se destacou ofensivamente, mas deixaram visíveis erros de finalizações em jogadas “fáceis”.

Mesmo time, postura diferente

Na volta do intervalo o técnico Sílvio Criciúma retornou sem alterações, mas o time apresentou futebol totalmente diferente. Com velocidades, principalmente pelo lado direito, o time esmeraldino criou três grandes oportunidades nos primeiros cinco minutos da etapa final. Em uma delas, a bola foi alçada na grande área e o zagueirão Gabriel, do Cori, cortou contra: 1x0, Goiás.

Dois minutos

Esse foi o tempo necessário para a dupla Sony e João Pedro infernizarem a defesa do Verdinho e virarem o marcador. Primeiro, o camisa 9 cobrou uma penalidade máxima sinalizada aos 20 minutos do segundo tempo, aos 22 o goleador lançou para o seu companheiro que finalizou a gol. A bola tocou no defensor Cleuber antes de entrar.

O cara: Nilson

Após ver seu time sofrer a virada, Sílvio Criciúma lançou a campo a dupla Otacildo e Nilson, que são considerados jogadores titulares. E com a mesma agilizade que o time ficou atrás do placar, o Verdinho se recuperou na partida e encerrou a fase de grupos com 100% de aproveitamento. Nilson, de pênalti empatou o jogo. Na sequência ele recebeu ótimo lançamento do meio-campista Otacildo para virar o certame. E no finalzinho, aos 51 minutos, Nilson participou da jogada que terminou com mais um tento do Alviverde. Dessa vez marcado pelo atacante Patrick: 4x2.

Grupo 24

Com o resultado, a chave do Alviverde já está definida: Goiás em primeiro e Nacional-SP na segunda colocação. O time paulista enfrenta, neste momento, o Pérolas Negras e pode chegar no máximo aos seis pontos. Ficando três atrás da equipe comandada por Sílvio Criciúma.

Os goianos

Agora, o Goiás se junta ao Atlético e será mais um time goiano que avança à fase eliminatória da Copa São Paulo de Futebol Júnior. Dos quatro representantes, os dois já estão classificados, enquanto o Vila Nova, ontem, foi eliminado pelo Mirassol. Ainda neste domingo, às 16 horas, o Trindade encara o já eliminado Fast-AM e precisa de uma vitória (ou empate somado de um revés do São Bernardo para o Bahia) para garantir sua classificação. Caso o São Bernardo e Trindade triunfem em seus duelos decisivos, a chave será decidida nos critérios de desempate.  

FICHA TÉCNICA

Jogo: Goiás 4x2 Cori-Sabbá-PI
Data: 08/01/2017
Horário: 9h00
Local: Estádio Nicolau Alayon (SP)

Árbitro: Antônio Carlos (SP)
Assistentes: Nilton Correia (SP) João Patrício (SP)

Gols*: Gabriel (contra), aos 4’; Nilson, aos 43’ e aos 47'; Patrick, aos 51’ (GEC) | Sony, aos 20’ e João Pedro, aos 22’ (COR) 

Cartões
Amarelos: Jean e Nikito (COR)

GOIÁS: 12-Agenor; 2-Cleuber, 13-Alan Carlos, 4-João Negão (3-Guilherme), 16-Daniel; 14-Filipe, 15-João Neto (Nilson), 11-Flávio; 9-Tiago Reis (19-Otacildo) 18-Patrick e 17-Rafael Barbosa. Técnico: Sílvio Criciúma.

CORI-SABBÁ: 1-Nikito; 2-Wesley, 3-Lucas, 4-Gabriel e 6-Jean; 5-Diego Drogba, 18-Matheus, 8-Douglas, 20-Cris Japa e 10-Adonai (25-João Pedro); 9-Sony. Técnico: Erick Luchetti.

*Todos os gols aconteceram no segundo tempo da partida.

Ouça a 730
apple android
(62) 98400-1757