Atlético Goianiensebrasao-goias-3Vila Nova
appleandroidtwitterfacebookyoutubeinsta-bordaemail

Foto: Rosiron Rodrigues / GEC
Pedro Bambu
Ele chegou ao Atlético em 2013 e de lá para cá, se tornou um dos ídolos da torcida atleticana. Porém, em 2017, Pedro Bambu mudou de endereço. A rotina de trabalho não será mais no CCT do Urias Magalhães. Agora, a rota será o Estádio da Serrinha e o CT do Parque Anhanguera.

Feliz no novo clube, o volante espera ir além do sucesso que teve vestindo a camisa rubro-negra. “Vou buscar sempre fazer melhor, melhor até do que eu fui no Atlético. Espero que Deus possa me abençoar nessa nova jornada, nesse novo clube. O Goiás é um clube grande do futebol brasileiro e eu espero honrar essa camisa”.

Natural de Pindaré-Mirim no Maranhão, Bambu se tornou um dos símbolos do Atlético por sua garra dentro de campo. Vestindo a camisa do Verde, ele garante que continuará sendo um guerreiro dentro das quatro linhas. “A torcida do Goiás pode esperar mais, porque irei lutar para isso. Vou procurar sempre me dedicar dentro de campo. Essa é minha característica e não vai mudar nunca. ’’

ATLÉTICO

Com a camisa do Atlético, Pedro Bambu fez 139 partidas e marcou 6 gols. Por isso, o jogador não esconde sua gratidão ao rubro-negro. “Eu só tenho a agradecer o Atlético, fui muito feliz lá. Os anos que fiquei lá irão ficar marcados para sempre na minha carreira, mas agora estou em novo clube, e eu tenho que mostrar aqui porque me contrataram. Isso eu vou fazer dentro de campo, me doando, buscando sempre melhorar a cada dia.”

POR QUE O GOIÁS?

Com o término da Série B e o título da competição, Bambu recebeu inúmeras propostas, inclusive a de renovação com o Atlético. Mas, aos 29 anos, o volante optou por vestir a camisa do Goiás em 2017 e explicou o porquê desta decisão.

“Foram vários fatores que me fizeram vir para o Goiás. São situações que a gente tem que ver com a família. Eu conversei muito com eles, principalmente com minha esposa. Além disso,  aspectos que tiveram lá (no Atlético) não deram certo. Eles me fizeram uma proposta, eu também fiz a minha, mas não avançou. O importante é que eu estou feliz em meu novo clube e espero ser melhor até do que eu fui lá.”

REENCONTRO

Não vai demorar muito e Pedro Bambu irá reencontrar a torcida atleticana. O primeiro clássico entre as duas equipes está marcado para o dia 5 de fevereiro, no Serra Dourada. Sobre o reencontro com torcida que tanto o aplaudiu, Bambu diz estar preparado.

“Nós temos que nos acostumar, este é o nosso trabalho. Da mesma forma que acontecia quando eu estava lá, vai acontecer aqui também. O que eu posso fazer é responder dentro de campo. Não importa o que acontecer, tenho que retribuir tudo dentro de campo. Tudo o que conquistei lá, espero conquistar no Goiás também.”

UNIÃO

Para ter um ano vitorioso, o jogador aposta na união da equipe. Vindo de um arquirrival, Bambu diz que foi bem recebido pelos novos companheiros. “Desde o dia em que eu cheguei aqui, fui bem recebido por todos. Por ter jogado contra, já tenho vários amigos aqui dentro do clube. Espero que a gente possa se unir cada vez mais em prol do Goiás, que é o mais importante. Os jogadores sempre com essa união e em busca dos objetivos, espero que a gente possa conquistar o principal, que é levar o Goiás de volta à série A.”

CONCORRÊNCIA

Quando um jogador chega à um clube, o pensamento é de conquistar uma vaga no time titular. Ao ser questionado sobre a disputa no setor, Bambu garante que quem sai ganhando é o próprio Goiás.

 “Vai ser uma disputa saudável e quem irá decidir será o professor. Todos nós iremos trabalhar para ter o nosso espaço dentro do grupo, mas com muito respeito porque nós agora somos uma família. Isso será o melhor para nós e para o Goiás também.”

ANSIEDADE

O time esmeraldino estreia no Campeonato Goiano dia 29 de janeiro, contra a Aparecidense, no Estádio Aníbal Batista de Toledo. Treinando a apenas três dias, Bambu já revela a ansiedade em estrear com a camisa do Goiás.

 “A ansiedade bate. Acho que todos os jogadores estão ansiosos para jogar, para poder estrear bem. Todo o elenco está com vontade de começar o Goianão com uma vitória, mas vamos atrás disso respeitando o adversário.”

Além de Pedro Bambu, o Goiás tem no elenco os volantes: Patrick, Toró, Ramires, Rezende e Victor Bolt, que teve sua rescisão com o Vasco publicada no BID na quinta-feira (5) e deve se apresentar ao clube esmeraldino nesta sexta, dia 6.

Ouça a 730
apple android
(62) 98400-1757