Atlético Goianiensebrasao-goias-3Vila Nova
appleandroidtwitterfacebookyoutubeinsta-bordaemail

Imagem: Reprodução/TV FPF
goias perolas tv fpf
O Goiás estreou na Copa São Paulo de Futebol Júnior fazendo o que dele se espera: vencer. Nesta quarta-feira (4), diante do Pérolas Negras, do Haiti, no Estádio Nicolau Alayon, a equipe esmeraldina venceu o único time estrangeiro da competição pelo placar de 4 a 0 e largou na ponta do Grupo 24. Mais cedo, no outro duelo do chaveamento, o Nacional-SP venceu o Cori-Sabbá-PI por 3 a 1.

Com os resultados, o Goiás lidera a chave, com sede em São Paulo: três pontos e saldo de quatro gols. O segundo colocado é o Nacional-SP, que também possui três pontos, porém com saldo de dois tentos. Já Cori-Sabbá e Pérolas Negras, estão na terceira e quarta colocações, respectivamente.

A segunda rodada da chave do Alviverde ocorre na próxima sexta-feira (6). A partir das 14 horas, o Goiás volta a campo contra o Nacional-SP, enquanto Cori-Sabbá e Pérolas Negras se enfrentam buscando a recuperação na competição. As duas partidas serão disputadas no Estádio Nicolau Alayon, localizado na zona oeste da capital paulista.

'Le-ta-bi-li-da-de'

O Verdinho não realizou uma excelente primeira etapa. Foi possível encontrar (muitos) erros de passe, mas também, foi notável a superioridade na marcação em comparação com o adversário. O Pérolas Negras no primeiro tempo ousou e deu trabalho para o sistema defensivo do Alviverde, mas ao contrário dos jogadores de frente do Verdinho, o atletas do time haitiano não estavam com a pontaria em dia.

Nas poucas oportunidades claras de gols, os esmeraldinos não bobearam. Logo no ínicio da partida o goleiro Pascal, do Pérolas, saiu jogando errado e deixou a bola no pé do atacante Tiago Reis abrir o placar. Quase 30 minutos depois, após cobrança de escanteio, o zagueirão Guilherme ampliou o marcador para o Verdão.

Mais posse

Uma das forças do time haitiano foi o domínio das principais jogadas ofensivas, e isso só foi possível graças ao controle da posse de bola. Talvez por estratégia do técnico Sílvio Criciúma, o Goiás permitiu que o adversário, durante o jogo, tivesse maior porcentagem da pelota.

Por outro lado, o Verdinho mostrou que apesar dessa “desvantagem”, o time conseguiu ser superior nas roubadas de bola e na marcação, principalmente do meio-campo para frente. Quando a bola passou pela defesa, o goleiro Vinícius esteve preparado para proteger as redes esmeraldinas.

A goleada

Na volta do intervalo o poder de decisão do Verdinho contínuo aparecendo. Enquanto o Pérolas atacava sem organização, o clube esmeraldino buscava as jogadas ofensivas com mais tranquilidade. Logo aos nove minutos do segundo tempo, Rafael ampliou o marcador após cobrança de pênalti. Nada que diminuísse o ímpeto ofensivo do adversário que continuou atacando.

Contudo, o dia era verde. E aos 25 minutos da etapa derradeira, Patrick* aproveitou cobrança de escanteio para dar números finais: 4 a 0, Goiás. 

Os caras

Se no ano passado um dos principais problemas do Goiás foi encontrar um camisa 1 ideal, na primeira partida oficial do clube em 2017 o arqueiro Vinícius mostrou serviço e realizou uma boa partida com as cores do Alviverde. Seguro, atento e com boa visão de jogo, o goleiro aguentou as pontas na meta esmeraldina e saiu de campo com uma defesa de pênalti, realizada em dois tempos.

Na frente, o meio-campista Wallyson, que entrou ainda no primeiro tempo após contusão do companheiro Brasília, se destacou ofensivamente - o jogador saiu de campo com duas assistências. Controlando bem a bola, o atleta mostrou qualidade nos passes e pode se tornar uma figura importante do Goiás na competição, caso mantenha uma regularidade em campo.

FICHA TÉCNICA
Pérolas Negras 0x4 Goiás
Data: 04/01/2017
Horário: 16h00
Local: Estádio Nicolau Alayon (SP)

Gols: Thiago Reis, aos 5’ do 1T; Guilherme, aos 32’ do 1T; Rafael, aos 9’ do 2T; e Patrick*, aos 25’ do 2T (GEC).

* Patrick desviou a bola para o gol, mas segundo a coordenação de base do Goiás, o tento será sinalizado como gol contra. Estaremos atualizando, após divulgação da súmula da partida.

Cartões amarelos: Madson (GEC) | Anel e Pascal (PER) 
Cartão vermelho: Pascal (PER)

PÉROLAS NEGRAS: Pascal; Elison, Jakito, Oracius e Simson; Anel, Matelus, Fenelon e George; Exilus e Dorvilus. Técnico: Rafael Novaes

GOIÁS: Vinícius; João Negão, Guilherme, Cleuber e Rodrigues; Madson (Felipe), Caetano, Brasília (Wallyson), Nilson (Rafael) e Flávio (Patrick); e Tiago Reis. Técnico: Sílvio Criciúma.

Ouça a 730
apple android
(62) 98400-1757