Atlético Goianiensebrasao-goias-3Vila Nova
appleandroidtwitterfacebookyoutubeinsta-bordaemail

Foto: Divulgação
wiltonpereirasampaiio 001
Wilton Pereira Sampaio se tornou o primeiro árbitro goiano selecionado para ajudar no aperfeiçoamento do projeto de Árbitro de Vídeo que vem sendo testado pela Fifa. Como preparação, Wilton passou por treinamentos na Itália junto com outros profissionais que estão pré-selecionados para a Copa da Rússia de 2018. O árbitro brasileiro vai trabalhar nesta nova função na Copa do Mundo Sub-20.

A competição acontece na Coréira do Sul, de 20 maio à 11 de junho. Wilton foi escolhido porque é considerado o principal árbitro de Goiás e um dos melhores do Brasil. Em entrevista ao programa Debates Esportivos da Rádio 730, o profissional enalteceu a oportunidade. "Estou indo como árbitro de vídeo e vou participar normalmente dos treinamentos como árbitro de campo. Quero aproveitar a oportunidade que estou tendo junto à Fifa", declarou.

Wilton comentou sobre o desejo de ir à Rússia em 2018 como árbitro de campo e afirmou que pretende mostrar seu desempenho também nesta função no Mundial Sub-20 da Coréia, visando uma possível seleção para para a Copa do Mundo do ano que vem.

"Estamos em processo de seleção, estou participando de alguns treinamentos da Fifa, seminário, mas a minha intenção é ir como árbitro de campo. No processo para a Copa da Rússia em 2018 o principal nome continua sendo o do Sandro Meira Richi e eu sou o segundo. Vamos ver até ano que vem como será feita esta escolha", declarou.

Entenda o recurso

O recurso do vídeo será permitido somente em quatro ocasiões: para determinar se um gol foi marcado, em casos de expulsão, marcações de pênalti e para identificar um determinado jogador, caso haja suspeita de punição equivocada a um atleta. A tecnologia não servirá para lances de impedimento, a menos que seja uma clara situação de gol. Técnicos, jogadores ou qualquer membro de comissão técnica não poderão requisitar a revisão de um lance.

A decisão partirá apenas do árbitro principal. Ainda haverá a definição quanto à captação das imagens. Elas podem ser as geradas pela TV detentora dos direitos de transmissão da competição ou por uma estrutura da própria entidade organizadora.

"Nas situações claras em que o árbitro de campo não percebeu, mas que o árbitro de vídeo possue certeza da situação 100%, pode interferir diretamente. Então, o árbitro principal poderá ser avisado pelo fone e ele toma a decisão, além disso, ele pode escolher consultar uma tela que estará do lado do campo", acrescentou Wilton.

Ouça a 730
apple android
(62) 98400-1757