Atlético Goianiensebrasao-goias-3Vila Nova
appleandroidtwitterfacebookyoutubeinsta-bordaemail

fef7710b b2c4 475c b109 b161e071ca56A grande sensação do Campeonato Goiano de 2017 tem sido a Aparecidense. O time da cidade vizinha a Goiânia se destacou com uma campanha quase impecável na competição. Em 14 rodadas disputadas até aqui, foram sete vitórias, quatro empates, e apenas duas derrotas, lembrando que a Aparecidense não jogou na 14ª rodada, e volta a campo apenas na 15ª contra o Anápolis.

O treinador da equipe Zé Teodoro, e o diretor de futebol, João Rodrigues, o Cocá, deram entrevista exclusiva para o repórter, Arthur Magalhães da Rádio 730. Tendo em vista que o time pode conquistar seu primeiro título Goiano em 2017, o clima de concentração na equipe é muito grande e o discurso entre os entrevistados está muito bem ensaiado. Exemplo disso são as duas entrevistas concedidas ao nosso repórter, Arthur. Zé Teodoro é muito conhecido por dar boas entrevistas, quando perguntado se o Atlético seria um possível adversário, Zé demonstrou que tudo se encaminha para isso.

 “Tudo caminha para que o adversário da Aparecidense seja o Atlético, mas depois do resultado do final de semana, pode ser que aconteçam mudanças. Precisamos consolidar nossa classificação em primeiro, mas a principio está se encaminhando Aparecidense e Atlético”, afirmou o treinador.

Um pouco acima do técnico Zé Teodoro, está o diretor de futebol da Aparecidense, João Rodrigues Cocá, muito conhecido no futebol goiano por polemizar seus adversários, principalmente o Vila Nova, Cocá se tornou o centro das atenções nos últimos dias por falar que nenhum jogador do Vila Nova, jogaria no atual time da Aparecidense.  Porém, contra o Atlético, Cocá não quis polemizar, e citou cerca de 6 jogadores que atuariam na Aparecidense. Quando perguntado se a Aparecidense iria enfrentar o Atlético e se seria mais fácil tendo em vista que foi o time foi o último a se classificar para a semifinal, o diretor de futebol não quis polemizar e surpreendeu.

“A Aparecidense não vai escolher adversário, e se você tem que temer alguém hoje, é o Atlético, que é um time de série A. Lógico que o Goiás é um time de A, mas está na B hoje, o Vila também é um grande time. Mas eu não vejo isso não, não vamos escolher adversário, estamos nos preparando pra esse mata- mata. Eu sempre falo, converso com o grupo, o Zé, ele já foi campeão cinco vezes, em cima de Sport Náutico, e foi campeão no Ceará, ele sabe o que é uma final. Ele tem um grupo muito qualificado, que vai dar a resposta agora na semifinal.” Afirmou Cocá.

Aparecidense Menosprezada?

Já faz quase 10 anos desde a última vez que um time do interior levantou o caneco de Campeão Goiano, o Itumbiara foi o derradeiro clube a conseguir esse feito no ano de 2008. Desde então, os times do interior tiveram poucas chances e constantemente são considerados como equipes inferiores as de Goiânia. Cocá também foi perguntado se a Aparecidense vem sendo menosprezada pelos grandes clubes da Capital.

“Na teoria isso é verdade, Vila, Atlético e Goiás tem mais camisa que a Aparecidense, nós estamos aí em seis, sete anos mostrando a força que temos, já chegamos a uma semifinal, mas os favoritos são eles. Vamos correr por fora, trabalhar, ser aquela presa que muitos acham que vai ser fácil, mas vamos mostrar a força da Aparecidense. Hoje ela é uma equipe muito aguerrida, dirigida por um treinador muito competente, e que eu posso até dizer que não vejo nenhum treinador a frente do nosso. Se a Aparecidense tem chance de ser campeã, é esse ano, então vamos trabalhar com humidade, mas tentado ser surpresa nesse campeonato”, concluiu o dirigente. 

Ouça a 730
apple android
(62) 98400-1757