Atlético Goianiensebrasao-goias-3Vila Nova
appleandroidtwitterfacebookyoutubeinsta-bordaemail

Foto: Comunicação/Atlético CG
30 03 2017 11 53 37
Atlético e Aparecidense se encararam na noite de hoje (29), no estádio Olímpico em Goiânia. Apenas 1053 pessoas saíram de casa para de baixo de muita chuva ver a disputa entre a líder e o vice-líder do grupo B do Goianão empatarem em 1 a 1.

A partida começou recheada de emoções, Silva, lateral do Dragão, foi expulso após levar o segundo cartão amarelo logo aos 23 minutos do primeiro tempo, complicando a vida da defesa atleticana. Não demorou muito para os gols saírem. Com o resultado, a Aparecidense, já está classificada para a semifinal da competição com 25 pontos. Já o Dragão, tem 18 e precisa da vitória diante do Anápolis na próxima rodada.

Primeira etapa

O primeiro tempo foi de baixo de muita chuva. Logo nos primeiros minutos de jogo, a Aparecidense chegou com Tozin, que recebeu na área, driblou goleiro Kléver, acabou cruzando e ninguém finalizou. Aos 9 minutos, outra chegada do Camaleão, Aleílson chuta forte, mas a bola passa pelo lado de fora de rede. A Aparecidense pressionou o Atlético que fez muitas faltas. Silva recebeu o primeiro cartão do jogo aos 19 minutos, logo depois aos 23 o lateral faz outra falta e foi expulso. O Atlético aguentou a pressão como deu, mas aos 29, o Camaleão abriu o placar com Aleílson. O Atlético criou poucas oportunidades e mesmo com um homem a menos conseguiu o empate aos 39 com Roger Carvalho de cabeça após cobrança de escanteio. A Aparecidense pressionou até o fim da primeira etapa que acabou empatada em 1 a 1.  

Segunda Etapa

No segundo tempo o Atlético voltou melhor a campo, e a Aparecidense já não parecia ser a mesma da primeira etapa. O técnico Marcelo Cabo fez algumas mudanças na equipe rubro-negra que deram certo. João Pedro saiu e deu lugar a Bruno Pacheco que ajudou a recompor a defesa. Nos primeiros minutos da segunda etapa o Atlético foi superior, mas sem criar grandes chances de gol. A primeira boa chance veio aos 12 minutos com Jorginho que pegou um rebote e finalizou com perigo ao gol de Pedro Henrique. A Aparecidense não conseguia criar nenhuma jogada perigosa, até que aos 21 o Atlético novamente chegou com Bonfim que após cruzamento cabeceou próximo ao gol. O Dragão pressionou durante toda a segunda etapa e não parecia ter um homem a menos, aos 42 mais uma vez quase fez o segundo, Negueba depois de um rebote mandou direto no travessão de Pedro Henrique. O Dragão conseguiu segurar o empate até o fim da partida no estádio Olímpico.

Público ausente

Como já é de costume no Goianão, e também no Campeonato Brasileiro, poucas pessoas saíram de casa na noite chuvosa dessa quarta-feira (29), para ir ao estádio Olímpico. Tem se tornado cada vez mais comum em jogos no estadual a baixa média de público. Na partida de hoje apenas 1053 pessoas compraram ingresso para assistir Atlético e Aparecidense empatarem em 1 a 1. Dá para entender o torcedor que não quis sair de casa com chuva para ir ao estádio, mas e nos outros dias? O fato é que as médias do Goianão caem a cada ano. Em 2017, a média é de 3.229 pessoas, mas nem sempre vemos isso nas arquibancadas. Resta saber o que os times ou dirigentes tem de fazer para voltar a chamar o torcedor para o estádio.

FICHA TÉCNICA:

Campeonato Goiano: 13ª rodada   Jogo: Atlético x Aparecidense    Data: 29/03/2017     Horário: 19h30 (de Brasília)     Cidade: Goiânia (GO)     Estádio: Olímpico

Árbitro: Elmo Resende Assistentes: Tiago Gomes e Hederson Leão 4º Árbitro:  Uider Ferreira

Cartões amarelos:  Silva e Bonfim (Atlético); Aleílson, Klécio, Robson (Aparecidense)

Cartão Vermelho: Silva (Atlético)

Atlético: Kléver, Silva, Bonfim, R. Carvalho, Wanderson, J.Filipe, Abuda, Jorginho, Negueba, Wilians e J.Pedro.

Aparecidense: Pedro Henrique; Rafael Cruz, Robson, Mirita e Hélder; Klécio, Abuda, Elias e Robert; Aleílson e Tozin.

Ouça a 730
apple android
(62) 98400-1757