Atlético Goianiensebrasao-goias-3Vila Nova
appleandroidtwitterfacebookyoutubeinsta-bordaemail

Fotos: Divulgação
1486765055201660
Começamos este Resumão com duas perguntas. A primeira: quem vai parar Léo Gamalho? O próximo alvo é Luan, goleiro do Goianésia. A segunda: quem vai parar o Vila Nova? O próximo adversário é o Rio Verde.

Anápolis 1x1 Goiás

- Gols na reta final

Durante os 90 minutos, um jogo sem muita emoção. Mas foi só cruzar a linha dos 45 minutos da 2º tempo que tudo mudou. Aos 46, o lateral Marcelo cobrou falta e Igor pulou mais que a zaga esmeraldina para abrir o placar. A vantagem do Galo da Comarca durou exatamente três minutos, quando, também em bola parada, Walter cruzou e Léo Gamalho cabeceou para empatar a partida e chegar aos seus cinco gols no estadual.

- Quem para Gamalhovic?

Pedro Henrique, Tom, Klever e João Vitor. O que esses goleiros têm em comum? Todos sofreram gol de Léo Gamalho. Cinco gols em quatro partidas. O atacante, que chegou durante o segundo semestre de 2016, demorou pouco para conseguir garantir sua titularidade no Goiás. Se muitas peças chegaram, uma coisa que não mudou foi a titularidade de Léo Gamalho. E, com certeza, o técnico Gilson Kleina não se arrependeu dessa escolha.

Rio Verde 1x1 Iporá

- Bom público na estreia

O Rio Verde finalmente conseguiu a liberação do estádio Mozart Veloso do Carmo. Porém, no jogo festivo para a cidade de Rio Verde, ficou apenas no empate com o Iporá. O Verdão do Sudoeste enfrentou seu adversário da final da Divisão de Acesso em 2016. Porém, ao contrário daquela ocasião, ficou apenas no empate. O Iporá segue sua boa campanha, ficando atrás apenas de Vila e Goiás no Grupo A. Quase três mil torcedores estiveram no campo para ver o time da cidade estrear em casa.

- Acréscimo e Rio Verde não combinam

Pênalti aos 46 minutos e erro de passe aos 47. Assim o Rio Verde desperdiçou duas vitórias neste Goianão. Após o empate com o Crac ter saído em um lance de pênalti cometido aos 46 minutos da segunda etapa, contra o Iporá foi à vez de o volante Cleber pisar na bola. O jogador dominou errado e possibilitou o contra-ataque do Iporá. Após bola cruzada na área, Paulo Henrique cabeceou livre para deixar tudo igual.

Atlético 1x0 Crac

- Guaraci: Agressão e rescisão

Se a partida não foi boa para o Crac, o pós-jogo foi muito pior para o volante Guaraci. O jogador deu um tapa na nunca do lateral Jorginho. O árbitro não presenciou o lance, mas o assistente viu e dedurou. O volante do Crac foi expulso no mesmo instante! Pra piorar, na saída de campo fez um gesto obsceno para o árbitro. Que coisa feia, heim Guaraci!?. Para completar, o volante catalano teve seu contrato rescindido e não atuará mais pelo Crac neste Goianão.

- A sina do artilheiro: Viçosa não marca

Viçosa falou para a Rádio 730 que iria dormir melhor após a vitória. Porém isso não se deve ao fato do atacante marcar um gol. O Atlético marcou apenas dois em seis partidas – considerando os amistosos – e nenhum deles foi do artilheiro do Dragão. Alípio e Jorginho marcaram os dois gols rubro-negros na temporada. O lado positivo é que não falta de vontade do atacante, que briga, finaliza, sai da área e etc.. Mas, para a infelicidade dos atleticanos, o principal não acontece.

Aparecidense 1x2 Vila Nova

- Toma lá, dá cá

Após o Vila Nova abrir o placar com o “profeta” Moisés, a Aparecidense empatou logo ao retornar para a segunda etapa. Porém, a equipe da casa teve pouco tempo para comemorar. Logo em seguida, o zagueiro Wesley Matos aproveitou o cruzamento de Hiroshi para cabecear e deixar o Vila à frente do placar novamente.

- Siga o líder

Quatro jogos, três vitórias, um empate e dez pontos. Este é o mágico começo de campeonato do Vila Nova.  Após o empate do Goiás, o Vila Nova novamente abriu vantagem na liderança do Grupo A (e do ranking geral também). É a melhor campanha do clube colorado no estadual neste século. O próximo alvo é o Rio Verde, na casa do adversário, neste domingo (12).

Goianésia 3x2 Itumbiara

- Nonato desencantou

Artilheiro que é artilheiro não esquece como fazer gols. Nonato demorou, mas desencantou na 4ª rodada do Goianão. E como sempre ele foi decisivo... O atacante marcou duas vezes e garantiu a vitória do Azulão do Vale contra o Itumbiara no estádio Valdeir Oliveira. Com esta vitória, o Goianésia chegou aos seis pontos e empatou com o Atlético na liderança do Grupo B, perdendo apenas no quesito saldo de gols.

- Renato e Seus Blue Caps / Elmo Resende e seus cartões

Na primeira rodada, o árbitro Elmo Resende marcou dois pênaltis duvidosos à favor do Crac diante do Rio Verde. Na 2ª rodada, aplicou um número exorbitante de 12 cartões amarelos na partida entre Iporá e Atlético – como detalhe, o duelo entre Goiás e Rio Verde, disputado no mesmo dia, teve apenas um cartão amarelo -. Agora, na 4ª rodada, o árbitro expulsou dois jogadores do Itumbiara. O primeiro enquanto ainda estava 2 a 2. Já o segundo foi pouco depois de terceiro gol do Goianésia.

Ouça a 730
apple android
(62) 98400-1757