Atlético Goianiensebrasao-goias-3Vila Nova
appleandroidtwitterfacebookyoutubeinsta-bordaemail

Foto: Paulo Marcos / ACG
gilvan
O zagueiro Gilvan assumiu a titularidade rubro-negra desde que chegou ao clube, em julho. O jogador já realizou 20 jogos e marcou dois gols, além de assumir a braçadeira de capitão da equipe. O diretor de futebol e vice-presidente executivo do Atlético, Adson Batista, já afirmou que pretende seguir com o jogador.

Vontade que é recíproca. Gilvan destacou que a vontade é de permanecer no Atlético, mesmo sabendo que o time pode disputar uma Série B no ano que vem. “Gosto muito de estar aqui no Atlético, mas o problema é que tenho contrato com o Londrina. Mas se depender de mim quero ficar sim”, afirmou.

Com o rebaixamento praticamente inevitável, Gilvan afirma que o grupo não dará mole nesta reta final do campeonato e que não faltará de onde tirar forças para seguirem lutando.

“Temos que honrar a camisa, a torcida, a família. Esse é o momento, ficamos muito chateados pelo resultado (contra o Atlético-MG). Hoje (sexta-feira,10,) é o meu aniversário, estou muito chateado. Vida que segue e domingo já tem outro jogo e vamos tentar fazer diferente dentro de casa”, destacou.

O próximo duelo do Atlético é contra o Sport neste domingo (12), no Olímpico, às 17 horas. O zagueiro pediu cuidado com o adversário mesmo estando em uma má fase e também estar lutando contra o rebaixamento.

“O Sport é uma equipe que não vem vencendo no campeonato, mas é uma equipe qualificada, com jogadores de referencia como o Diego Sousa, temos que ficar atentos com isso. Acredito que será um grande jogo, decisivo para os dois”, finalizou.

Ouça a 730
apple android
(62) 98400-1757