Atlético Goianiensebrasao-goias-3Vila Nova
appleandroidtwitterfacebookyoutubeinsta-bordaemail

Foto: Reprodução PFC
galoxacg
O Atlético-GO perdeu para o Atlético-MG por 3 a 2 na noite desta quinta-feira (09), no Independência. O Dragão chegou a ficar a frente no placar em duas oportunidades, mas acabou levando a virada no segundo tempo. Diego Rosa e Andrigo marcaram para o time rubro-negro. Fábio Santos, Luan e Fred fizeram os tentos do Galo.

Com a derrota o Atlético segue na lanterna do campeonato com 27 pontos e praticamente dá adeus a Série A. O time rubro-negro completou o sétimo jogo consecutivo sem vencer. O próximo duelo do Dragão é contra o Sport neste domingo (12), às 17 horas.

A partida

O primeiro tempo no Independência começou muito truncado no meio-campo, ambos os times cometendo muitas faltas. O Dragão se mostrou mais organizado defensivamente e com isso bloqueou as jogadas ofensivas do time mineiro de forma eficiente. Logo aos 5 minutos, após tabela entre Igor e Jorginho, o camisa 10 cruzou e Diego Rosa desviou de cabeça abrindo o placar.

Mesmo após abrir o placar, o Dragão seguiu mais consistente em campo. Mas aos 17  minutos o juiz marcou pênalti para o Galo. Fábio Santos bateu firme e empatou. Após o empate, o jogo voltou a ficar mais igual, mas logo o rubro-negro cresceu de produção e conseguiu ficar a frente no placar novamente. Aos 26 minutos Andrigo cobrou falta, a bola explodiu na barreira, no rebote o camisa 7 soltou uma bomba e ela morreu no fundo do gol. Dragão 2 a 1 Galo na primeira etapa.

No segundo tempo o Dragão voltou mais recuado e o Galo aproveitou para pressionar e tentar tirar a vantagem rubro-negra. E conseguiu. Logo aos 4 minutos, após cobrança de lateral de Marcos Rocha, Luan, que havia acabado de entrar, subiu mais que todo mundo e desviou para o fundo do gol de Kléver.

Após empatar novamente, o Galo seguiu pressionando em busca da vitória. Luan incendiou a partida e mudou totalmente o quadro da situação. Quando pareceu que o rubro-negro havia equilibrado a partida, o artilheiro do time mineiro apareceu. Fred recebeu na ponta esquerda da pequena área, ajeitou e chutou colocado, a bola desviou em Gilvan e matou o goleiro Kléver. O camisa 9 chegou ao seu nono gol na competição e garantiu a vitória do Atlético Mineiro.

Sonho quase impossível

Com a derrota na noite desta quinta-feira o Atlético praticamente dá adeus a elite do futebol brasileiro. O time rubro-negro, que está na lanterna do campeonato desde a 10ª rodada, segue com 27 pontos e precisa vencer os cinco jogos que faltam e torcer para seus adversários diretos perderem todos os jogos, situação quase impossível.

Desfalques

O Atlético tem dois importantes desfalques para a partida contra o Sport neste domingo, no Olímpico. Luiz Fernando e Jonathan receberam o terceiro cartão amarelo e estão fora do duelo por suspensão. Entretanto, João Paulo Sanches terá a volta de André Castro no meio-campo.

FICHA TÉCNICA

Campeonato Brasileiro da Série A – 33ª rodada      
Jogo: Atlético-MG x Atlético-GO 
Data: 09/10/2017       
Horário: 20 horas (de Brasília)       
Estádio: Independência

Árbitro: Rodolpho Toski Marques - FIFA (PR)      
Assistentes: Bruno Boschilia – FIFA (PR) e Victor Hugo Imazu dos Santos (PR)       
4ª árbitro: Rafael Trombeta (PR)

ATLÉTICO: Kléver; Jonathan, William Alves, Gilvan e Breno Lopes; Marcão Silva, Igor Henrique (Pedro Henrique), Andrigo (Paulinho) e Jorginho; Diego Rosa (Niltinhi) e Luiz Fernando.Técnico: João Paulo Sanches.

ATLÉTICO-MG: Victor; Marcos Rocha, Leonardo Silva, Gabriel e Fábio Santos; Adilson e Elias; Valdívia, Robinho e Cazares; e Fred. Técnico: Oswaldo de Oliveira.

Ouça a 730
apple android
(62) 98400-1757