Atlético Goianiensebrasao-goias-3Vila Nova
appleandroidtwitterfacebookyoutubeinsta-bordaemail

Foto: Paulo Marcos / ACG
adson.paulomarcos 001
O Atlético empatou em 1 a 1 com o Vitória, no estádio Barradão na tarde deste domingo (29). O time rubro-negro até saiu na frente e poderia ter conquistado a vitória se não fosse as chances perdidas no primeiro tempo, quando a equipe dominava os donos da casa. O diretor de futebol e vice presidente executivo do Atlético, Adson Batista, acompanhou a partida e comentou sobre o resultado que não foi nada bom para o Dragão.

"Foi um jogo que o Atlético teve uma postura muito boa. Teve alguns momentos muito interessantes. Um jogo muito difícil, muito tenso. O adversário também está muito desesperado. Eu gostei, achei que o time rendeu. Alguns jogadores se doaram ao máximo. O mais importante é que estamos vendo muitos jogadores se entregando e enquanto tivermos chance, estaremos lutando", afirmou.

A arbitragem é um assunto recorrente no Brasileirão, e a diretoria atleticana vem reclamando bastante neste segundo turno. Durante o duelo no Barradão, o juiz deu um pênalti considerado polêmico a favor do Vitória, mas Marcos defendeu. Adson Batista falou sobre.

"Não adianta ficarmos aqui reclamando de arbitragem. A verdade é que nós não conseguimos ganhar o jogo, jogamos tudo o que podia, mas infelizmente não conseguimos. A arbitragem numa situação dessa com estádio com muita gente, na casa do adversário, apita com muita insegurança em alguns momentos e são situações que ocorrem no futebol", finalizou. 

Ouça a 730
apple android
(62) 98400-1757