Atlético Goianiensebrasao-goias-3Vila Nova
appleandroidtwitterfacebookyoutubeinsta-bordaemail

Foto: Paulo Marcos / ACG
adson.paulomarcos 001
O Atlético chegou a sua terceira derrota consecutiva no Campeonato Brasileiro na tarde deste domingo (22) diante do Santos, na Vila Belmiro. A equipe, que já chegou a ter a terceira melhor campanha do returno, viu seus jogos em casa virarem pesadelos e diminuírem ainda mais suas chances de permanecer na Série A.

O bom desempenho que o grupo vinha tendo fora de casa parece ter ficado ameaçado com as duas derrotas consecutivas em Goiânia (para Vasco e Palmeiras), e o time não conseguiu segurar o Santos. Com a necessidade de alcançar seis vitórias nos próximos oito jogos, o diretor de futebol e vice-presidente executivo, Adson Batista, concedeu entrevista exclusiva ao repórter Arthur Magalhães e comentou sobre a situação do time.

“O Atlético fez um jogo como vários durante o campeonato. Uma boa partida, alternando em alguns momentos, poderia até ter tido uma sorte melhor, mas teve alguns jogadores que não estiveram bem, principalmente lá na frente. Tomamos um gol de bola parada, mas pelo menos os jogadores tiveram dignidade, é isso que exijo. Precisam procurar se dedicar ao clube que honra com eles. Procuramos fazer um investimento modesto, confiava que todos poderiam fazer com que o Atlético permanecesse na Série A, mas estamos bem mais fortalecidos e vejo com tranquilidade o futuro do clube. Vamos trabalhar para que se o Atlético caia volte o mais rápido possível para a Série A.”, afirmou.

João Paulo Sanches assumiu o Dragão após a saída de Doriva e obteve excelentes números a frente do time. Entretanto, com esta sequencia ruim no campeonato e as chances ainda menores de garantir a permanência, a torcida começa a questionar seu trabalho. Adson também falou sobre a possibilidade de mudar o comando técnico faltando oito jogos para o fim do campeonato.

“No futebol tudo pode acontecer, mas hoje estamos com um pensamento diferente. Em alguns momentos pensei em até trazer um novo treinador para preservar o João Paulo, ele é um profissional muito bom, mas ainda precisa aprender algumas coisas. Evidente que se ele tirasse o Atlético da Série B era um caminho sem volta. Mas será ainda um grande profissional. Mas pensamos sim em trazer outro treinador, o problema maior é que todo treinador usava o discurso do “projeto”. Os caras não querem no currículo deles um descenso”, finalizou.

Ouça a 730
apple android
(62) 98400-1757