Atlético Goianiensebrasao-goias-3Vila Nova
appleandroidtwitterfacebookyoutubeinsta-bordaemail

Foto: Paulo Marcos / ACG
joaopaulosanches.paulomarcos.acg
O jogo contra o Palmeiras é mais uma decisão que o Atlético vai enfrentar. Em casa, a equipe não joga bem como joga fora de seus domínios e o treinador João Paulo Sanches sempre estuda bem os seus adversários antes do jogo, porém o clube paulista recentemente demitiu o treinador Cuca, dificultando o técnico rubro-negro na hora de estudar o time que deve vir com novidades. João Paulo falou sobre o jogo que espera nesse domingo.

"Palmeiras tem muita qualidade, investimento muito alto e atletas de alto nível. Essa mudança no comando deve ter alguma variação só que eles não terão tempo porque jogaram quinta e o Alberto terá um tempo mínimo. Então acreditamos em poucas mudanças só que com certeza ele vai procurar colocar a cara dele em alguns aspectos que acreditamos e já estamos trabalhando em cima disso", afirmou.

Neste 2º turno, o Atlético conquistou 14 pontos, sendo dez fora de casa e apenas quatro com seu mando. O estádio Olímpico que será palco da partida diante do Palmeiras, no ano passado era considerado um reforço a mais, mas esse ano não passa de um problema, já que o time não aproveita o mando para vencer seus adversários e tentar ainda mais permanecer na elite da competição nacional.

"Eu procuro ser muito realista, muito direto e objetivo com os atletas. Em todas as referências, nós somos a segunda pior campanha dentro de casa (somente superiores ao Vitória). É uma situação muito preocupante. É um número que nós temos que mudarmos o quanto antes para sairmos dessa nossa situação incômoda. Um jogo que vai estar com estádio lotado e acredito eu que com torcida dividida. Nossa característica de jogo ela vai ser encaixada muito dentro daquilo que pensamos do Palmeiras. Não dando espaço e nem desatenção, tendo que fazer um jogo mais próximo da perfeição possível", finalizou.

Ouça a 730
apple android
(62) 98400-1757