Atlético Goianiensebrasao-goias-3Vila Nova
appleandroidtwitterfacebookyoutubeinsta-bordaemail

Foto: Petras / Rádio 730
jovair arantes petras
O Atlético perdeu para o Cruzeiro na tarde deste domingo (24), no Estádio Olímpico, por 2 a 1. O time rubro-negro fez um primeiro tempo muito abaixo do esperado diante da sua torcida, mas na etapa final se recuperou e até tentou o empate, mas não conseguiu. O Dragão fez seu gol logo aos 3 minutos do segundo tempo. Aos 24 fez o de empate, mas estava impedido.

Ao final do duelo, o repórter Arthur Magalhães, da Rádio 730, entrevistou de forma exclusiva o presidente do Conselho Deliberativo, Jovair Arantes. O mandatário reconheceu que o time rubro-negro não fez uma boa partida, mas não poupou críticas ao árbitro do jogo, Héber Roberto Lopes.

“Esse rapaz é um cirurgião, ele vem para fazer cirurgia. Não to dizendo que o Atlético ganharia o jogo hoje, porque ele não fez nenhum lance capital que a gente pudesse falar  “O Atlético perdeu por causa desse erro”, mas a somatória das lambanças que ele vai fazendo, deixando o adversário fazer cera do jeito que quiser, deu cartão para o nosso time inteiro, mas para o Cruzeiro não dava. Então, ele é um mau caráter e sabidamente no Brasil inteiro. O país inteiro já sabe que ele não sabe apitar mais, que tem aposentar, ir para casa. Não sabe apitar, não apita bem”, destacou.

Jovair reclamou dos acréscimos na etapa final, já que o jogo foi paralisado muitas vezes. Além disso, o mandatário relembrou de uma decisão em que Héber prejudicou o Atlético diante do Goiás e fez que questão de ressaltar que acredita que o árbitro não gosta do time rubro-negro.

“A partir dos 20 minutos do segundo tempo, esse rapaz parou o jogo toda hora. Falta que não era falta para nenhum dos dois lados, ele marcava, aí o jogo parava, o jogo segurava. O goleiro deles, por exemplo, fez uns 6 ou 8 minutos de cera durante a partida. Aquela bola que bateu na trave, ele caiu e ficou uns cinco minutos parado e o Heber vai e dá quatro minutos de acréscimos. Juiz mau caráter, ele sempre foi mau caráter. O Heber Roberto Lopes já roubou o Atlético aqui em uma decisão contra o Goiás. Ele sempre é mal intencionado contra o Atlético. Ele não gosta do Atlético e nem nós gostamos dele. Um mau caráter como ele não deveria nem vir a Goiás, ele não está convidado para conviver com os goianos”, afirmou.

O presidente do Conselho Deliberativo também afirmou que possuem muitos árbitros no Brasil querendo uma oportunidade, e que já está cansado de ver Héber cometer vários erros em partidas diferentes e nada acontecer.

“Juiz de futebol no Brasil é difícil demais. Jogador cospe, dá entrada dura no outro e fica suspenso 40 dias, tem que ficar mesmo. Mas juiz tipo esse aí é reincidente na prática de apitar, e é isso que não entendemos. Tem mil árbitros novos por aí querendo uma chance para mostrar serviço. Tem vários árbitros pelo Brasil que não estão bem, mas não vemos ninguém fazer o que esse safado faz em todos os jogos que assistimos, pelo menos jogo do Atlético em que ele apitar não quero assistir nem pela TV mais”, finalizou.

Ouça a 730
apple android
(62) 98400-1757