Atlético Goianiensebrasao-goias-3Vila Nova
appleandroidtwitterfacebookyoutubeinsta-bordaemail

Foto: Divulgação
walter2
O Atlético entra em campo neste sábado (5) contra o Fluminense, no Estádio Maracanã, às 19h. O Atlético vem tendo um bom rendimento nas últimas partidas, mas a equipe sente dificuldade nas finalizações. O Dragão se destaca por ser a 6ª equipe que mais finaliza na Série A, mas em compensação é o 4º em finalizações erradas. O atacante Walter retornou ao gramado após cumprir suspensão pelo seu terceiro cartão amarelo.  

"No futebol tem um pouco de sorte. Para nós está faltando um pouco de sorte e qualidade. Todos os atacantes que temos aqui são atacantes de qualidade, eles sabem fazer gols. É só ter um pouco de sorte e maior concentração que tenho certeza que vamos começar a marcar", comenta Walter.  

A equipe ocupa a lanterna da competição, com 12 pontos. Com 22% de aproveitamento, o Dragão é o terceiro time que mais cruza bola dentro da área. O rubro-walter1negro vem de uma derrota para o Grêmio, por 1 a 0, no Estádio Olímpico.  

"A torcida ajuda muito. Nós temos jogadores muito jovens e se a torcida vem para o estádio vaiar os jogadores sentem. Tem que apoiar até o fim, por que estamos na primeira divisão e estamos juntos, se perdemos, perdemos juntos.  Quando a torcida está junto comigo eu cresço na partida. Nesses dois últimos jogos que joguei em casa a torcida não me vaiou", explica.  

O Fluminense entra em campo após empate com o Sport. A equipe ocupa a 14ª colocação, com 22 pontos. O atacante Walter já atuou na equipe no ano de 214 a 2015, e marcou com a camisa do tricolor nove vezes. Se despediu da equipe carioca com alguns problemas salarias.   

"Sou um cara muito grato pelo Fluminense. Fui para o Fluminense em 2014. Na época era o Renato Gaúcho treinador e ele me ligou para ir trabalhar com ele e eu quis ir. Os três meses que ele ficou lá eu joguei. Depois trocou de técnico e tinha o Fred que era um excelente atacante. Com isso não deu para continuar meu futebol, além de a Unimed estar me devendo seis meses. Joguei um ano e meio lá e fui muito feliz", finaliza.                  

Ouça a 730
apple android
(62) 98400-1757