Atlético Goianiensebrasao-goias-3Vila Nova
appleandroidtwitterfacebookyoutubeinsta-bordaemail

Foto: AG. Estado
chapexatletico
O Atlético venceu a Chapecoense, de virada, por 2 a 1 neste domingo (30), na Arena Condá. Após um jejum de nove partidas sem conseguir vencer (seis derrotas e três empates), o Dragão finalmente encontrou o caminho da vitória. Além disso, após 17 rodadas, o time rubro-negro conseguiu triunfar jogando longe de seus domínios. 

Mesmo com os três pontos, o Atlético segue na lanterna do Campeonato Brasileiro da Série A com 12 pontos, mesma pontuação do Vitória, mas o time baiano possui o saldo de gols melhor. O próximo compromisso do Dragão é em casa, no Estádio Olímpico, contra o vice-líder Grêmio na quarta-feira (02), às 21h45. 

A partida 

O primeiro tempo na Arena Condá começou muito agitado, mas a pressão era inteira do Atlético. Durante os 10 primeiros minutos, o time rubro-negro jogou pra frente e pressionou os donos da casa. Chegou a quase abrir o placar com Gilvan após receber grande lançamento, mas o jogador cabeceou muito mal, mesmo estando sem nenhuma marcação. 

Após esse tempo, o duelo ficou equilibrado e truncado no meio campo. O forte calor de jogar às 11 horas da manhã foi um fato que atrapalhou o Dragão no resto da primeira etapa após começar de forma muito intensa. Assim, a Chape melhorou, acertou a marcação e conseguiu abrir o placar ao 39 minutos. Após cobrança de escanteio, o zagueiro Luiz Otávio se livrou da marcação e conseguiu cabecear para o fundo do gol de Felipe. 

O segundo tempo começou e com ele parecia que o Atlético não iria reagir. A Chapecoense voltou tranquila, tentando administrar o jogo e esperar um erro do Dragão para matar a partida. Mas João Paulo Sanches resolveu mexer no time aos 13 minutos e colocou Luiz Fernando, que mudou todo o quadro do duelo. O meio campista incendiou o jogo e deixou a zaga da Chape enlouquecida. 

Logo aos 22 minutos, após linda jogada individual de Luiz Fernando, Diego Rosa recebeu passe açucarado para apenas desviar para o gol de Jandrei. A Chape mostrou um preparo físico abaixo e não conseguia correr em campo e nem chegar perto de marcar o segundo gol. Assim, o improvável aconteceu. Aos 38 minutos, após bola alçada na área, o zagueiro Gilvan saiu da marcação e cabeceou firme para virar o jogo para o Dragão na Arena Condá! 

Quebra de jejum 

Com a vitória em cima da Chapecoense por 2 a 1 neste domingo (30), o Atlético quebrou o jejum que estava de nove rodadas consecutivas sem conseguir vencer. O time rubro-negro estava com seis derrotas e três empates. Além disso, após 17 rodadas, o Atlético finalmente conseguiu vencer fora de casa. 

Apesar da vitória... 

Mesmo com o belo triunfo conquistado na Arena Condá neste domingo (30), de virada, o Atlético não consegue melhorar sua situação na tabela da Série A. O Dragão segue na lanterna do campeonato com 12 pontos conquistados, mesma pontuação do Vitória, mas o time baiano tem o saldo de gols melhor que o do Atlético. Caso o Vitória perca para o Cruzeiro mais tarde por dois gols ou mais de diferença, o Dragão assume o 18ª lugar. 

FICHA TÉCNICA              

Campeonato Brasileiro da Série A – 17ª rodada                   
Jogo: Chapecoense 1 x 2 Atlético         
Data: 30/07/2017                     
Horário: 11 horas (de Brasília)                     
Estádio: Arena Condá    

Gols: Luiz Otávio (39'|1ºT) para a Chape; Diego Rosa (22'|2ºT) e Gilvan (38'|2ºT) 

Árbitro: Marcelo Aparecido R. de Souza (SP)               
Assistentes: Daniel Luís Marques (SP) e Bruno Salgado Rizo (SP)            
4º Árbitro: Fábio Rogério Baesteiro (SP)   

ATLÉTICO: Felipe; André Castro (Jonathan), Roger Carvalho, Gilvan e Bruno Pacheco; Igor, Paulinho (Silva), Jorginho e Andrigo; Niltinho (Luiz Fernando) e Diego Rosa. Técnico: João Paulo Sanches.   

CHAPECOENSE: Jandrei; Apodi, Luiz Otávio, Fabrício Bruno e Reinaldo; Moisés, Andrei Girotto e Lucas Marques; Seijas, Arthur e Túlio de Melo. Técnico: Vinícius Eutrópio.

Ouça a 730
apple android
(62) 98400-1757