Atlético Goianiensebrasao-goias-3Vila Nova
appleandroidtwitterfacebookyoutubeinsta-bordaemail

(Foto: Petras de Souza / Portal 730)
jovair arantes petras
O Atlético empatou com Botafogo neste domingo (23), no Estádio Olímpico, por 1 a 1. Com empate, o Atlético continua na lanterna da competição com 9 pontos. O Botafogo também permanece na 7ª colocação, com 24 pontos. O Dragão terá pela gente a Chapecoense no próximo domingo (30), na Arena Condá, às 11h.

Após o empate, o presidente do Conselho Deliberativo do Atlético, Jovair Arantes, concedeu entrevista ao repórter Arthur Magalhães, da Rádio 730. O dirigente comentou o resultado diante do Bota, possíveis novas contratações e também falou muito sobre arbitragem ter prejudicado o Atlético.

Confira entrevista completa:

Arbitragem

“Hoje para nós foi uma derrota. A equipe jogou melhor que o Botafogo o jogo inteiro. Levamos um gol estranho. O juiz não deu um pênalti claro em cima do Diego Rosa. Em qualquer lugar do mundo eles dariam esse pênalti. O zagueiro do Botafogo bateu o jogo inteiro e não levou cartão amarelo. Além de todas as coisas adversas ainda vem um juiz e faz coisas como essas. Nós tínhamos um compromisso de não falar mais de arbitragem, mas não tem como não falar. Nosso jogo está sendo um jogo sofrido” .

Donos do futebol no Brasil

“Vou ligar pros donos do futebol no Brasil. Eles não podem escolher um time para ser a bola da vez. Eles têm que deixar o campeonato correr. Tem que dizer pro arbitro que eles não precisam ajudar os times grandes, eles tem como sobreviver. O Internacional tem sido ajudado em todo o jogo. Ontem deram um pênalti duvidoso para a equipe. Eles querem ajudar os times grandes. O juiz vem mal intencionado e roubaram o Atlético. Eu vou ligar para os donos do futebol e falar tudo isso. Nós nunca pedimos ajuda deles, nós não queremos ajuda. Queremos que apite direito. É muito ruim vermos juízes experimentais. O nível de arbitragem está horrível. Não pode continuar como está”.

A CBF

“A CBF é a dona do futebol. Ela que comanda e que tem um quadro de arbitragem que é uma vergonha historicamente. Inventaram um sorteio de araque. É eles que fazem o sorteio e põem que eles querem. Chega esse tipo de arbitro e furta um time pequeno. Isso não pode continuar acontecendo. Deixa joga e apita direito. Nunca fomos atrás de um juiz para apitar jogo aqui em Goiás”.

Providências em Brasília

“Eles escolhem. Ano passado fizeram de tudo para não deixar o Internacional descer. Agora estão fazendo de tudo para ele subir. Essas coisas não podem continuar acontecendo de os grandes sobrepor os pequenos. Amanhã vou ligar para o Presidente da CBF. Vou falar para ele colocar postura. Se não acontecer terei que tomar providências, e a providência é Brasília. Não é só por coisa do Atlético, mas estou vendo o Vila Nova e os times pequenos serem roubados. É a terceira vez que somos prejudicados em casa”.

Comissão do Desporto em Brasília

“Temos que resolver na Comissão do Desporto em Brasília. Escalam quem quer e como querem, sem comunicar os clubes. Tem que ter profissionalismo nessa questão. Por que vem seis malandros para pegarem o dinheiro da gente. Dois no fundo, dois do lado, juiz os auxiliares. Esses caras sempre levam dinheiro gordo do nossos bolsos. Isso não pode”.

O empate

“No ano passado na Série B tudo deu certo, mas neste ano a bola não entra. As coisas não estão acontecendo com o Atlético. Toda bola dividida cai no pé do adversário. Nós temos um time com garra, que está jogando com vontade. O Atlético pode continuar na luta que vai dar certo. Nós temos uma diretoria trabalhando que está trabalhando de forma correta. Alguns podem falar que estamos trabalhando certo mais estamos na lanterna. Mas o Atlético tem uma política. Nós temos que fazer uma política de time perpetuo. Se nos contratarmos três reforços, desequilibrarmos as finanças do clube e sermos rebaixados vamos estar enrolados e nunca mais se organiza. Nós conseguimos fazer tudo que tinha que fazer. Eu sei que os torcedores não estão muitos preocupados com a conta do clube não, por que não são eles que pagam. Eles querem a vitória”.

Novas contratações

“Na época do profissionalismo é a melhor época. Não é que o Atlético não deve, mas estamos com as contas saneadas. Nós devemos. Temos uma lista feita com Justiça do Trabalho em dia, parcelamento com a Receita Federal em dia, com FGTS e etc. As contas do Atlético estão em dia. O que nós temos dá para nossa despesa e pagar as contas. Por isso não vamos fazer nenhuma besteira. Não vamos desorganizar. Não vamos trazer duas ou três estrelas que não vai dar nada. Há três anos vieram jogadores que chuparam nosso dinheiro e foram embora. Aqui tem que ter equilíbrio”.

Ouça a 730
apple android
(62) 98400-1757