Atlético Goianiensebrasao-goias-3Vila Nova
appleandroidtwitterfacebookyoutubeinsta-bordaemail

Foto: Assessoria ACG
dorivaa 001
O Dragão perdeu para o Galo na tarde deste domingo (16), por 2 a 1, no Estádio Olímpico. O time rubro-negro fez um grande primeiro tempo, saiu na frente e chegou a criar muitas oportunidades, mas a finalização segue sendo um dos maiores problemas da equipe neste ano de 2017. 

No segundo tempo, o Dragão caiu bastante na marcação, que havia sido seu ponto principal na primeira etapa, e viu o time mineiro tomar as rédeas da partida, empatar e virar do duelo para 2 a 1 com Fred e Elias. No fim do jogo, o técnico Doriva lamentou as oportunidades desperdiçadas. 

"Temos que ter mais clareza para aproveitarmos as ocasiões. O Volume de jogo está acontecendo, estamos realizando bons jogos, mas os detalhes continuam nos prejudicando. O jogo dura 90 minutos, não adianta jogar 60 minutos bem, sair na frente e perder a concentração. A equipe precisa reagir o mais rápido possível, vimos que não faltou empenho de ninguém, mas acabamos perdendo nos detalhes", declarou. 

O treinador aproveitou para elogiar a equipe do Galo e lembrar que apesar do Dragão ter sido melhor na primeira etapa, não matar o jogo complica a situação perante uma equipe como a do Atlético-MG. 

"Enquanto estávamos ganhando o jogo, tivemos outa chance para ampliar, mas o Victor merece créditos pela defesa e enfim, nós não fizemos. E o Galo tem uma equipe de muita qualidade e quando você não mata o jogo, acaba sofrendo. Sabíamos disso, que tínhamos que estar atentos às chances criadas, mas em determinados momentos faltou concentração de alguns e atletas", finalizou. 

Ouça a 730
apple android
(62) 98400-1757