Atlético Goianiensebrasao-goias-3Vila Nova
appleandroidtwitterfacebookyoutubeinsta-bordaemail

Foto: Reprodução / PFC
dragaoxgalo
O Dragão perdeu para o Galo na tarde deste domingo (16), no Estádio Olímpico, por 2 a 1 de virada. O time rubro-negro fez um excelente primeiro tempo e perdeu muitas chances de gol, deixando evidente que a finalização segue sendo o maior problema do grupo. O Galo dominou a segunda etapa e arrancou a virada. O gol do Dragão foi marcado por Igor Henrique, já os tentos do time mineiro foram feitos por Fred e Elias. 

Com a derrota, o Atlético segue lanterna do campeonato e está há sete pontos do primeiro time fora da zona de rebaixamento. O próximo compromisso do Dragão é fora de casa, na Ilha do Retiro, contra o Sport, na quinta-feira (20), às 19h30. 

A partida 

A primeira etapa da partida entre Dragão e Galo foi bastante equilibrada. O time rubro-negro conseguiu fazer uma marcação efetiva e não deixou o time mineiro trocar passes e construir jogadas ofensivas. O técnico Doriva iniciou a partida com três volantes para deixar Jorginho mais livre e Niltinho bem aberto pela ponta direita. Assim, o Dragão conseguiu jogar de forma pontual. 

A recompensa por fazer um jogo tão eficiente veio aos 16 minutos, após Bruno Pacheco alçar bola na área, a zaga do Galo falhou e a bola sobrou para Igor Henrique soltar a bomba em direção ao gol de Victor. Atrás no placar, o time mineiro até tentou ir pra cima, mas o Dragão não deixou e seguiu marcando muito bem. Assim, o primeiro tempo acabou com o Atlético-GO à frente merecidamente. 

Para a segunda etapa o Galo voltou bem melhor. A entrada de Robinho colocou velocidade no meio de campo e o time visitante começou a gostar da partida. O Dragão desperdiçou duas chances cara a cara com o goleiro, mas a falta de qualidade nas finalizações segue sendo o maior defeito do clube rubro-negro. A conta por essas chances perdidas veio logo aos 11 minutos após bola alçada na área por Cazares, Fred subiu sozinho e cabeceou para o fundo do gol. 

Após levar o empate, o time rubro-negro perdeu o controle da partida e começou a se deseperar, assim, o Galo tomou conta do jogo e da posse de bola e os talentos individuais começaram a ganhar destaque. Robinho chegou a marcar, mas o juiz marcou falta antes do chute do camisa 7. Mas aos 27 minutos, da mesma forma que aconteceu o primeiro tento, Alex Silva alçou bola na área pela direita e encontrou Elias, sozinho, para cabecear. O Dragão não conseguiu mostrar seu poder de reação e terminou a partida com mais uma derrota. 

Cada vez mais difícil 

Com a derrota para o Galo, o Dragão chegou a sua sétima partida consecutiva sem vencer (foram duas vitórias e cinco empates). O time rubro-negro está há sete pontos da Ponte Preta, primeiro time fora do Z4. Com uma campanha que em 14 rodadas foram conquistadas apenas duas vitórias e dois empates, o Atlético é o lanterna com 8 pontos, e tem o segundo pior ataque com 12 gols marcados e a segunda pior defesa com 24 tentos levados. 

FICHA TÉCNICA           

Campeonato Brasileiro da Série A – 14ª rodada                
Jogo: Atlético 1 x 2 Atlético-MG        
Data: 16/07/2017                  
Horário: 16 horas (de Brasília)                  
Estádio: Olímpico    

Árbitro: Pablo dos Santos Alves (PB)            
Assistentes: Oberto da Silva Santos (PB) e Kildenn Tadeu Morais de Lucena (PB)   
4º Árbitro: Tomaz Diniz de Araújo (PB)         

ATLÉTICO: Felipe; André Castro (Jonathan), Roger Carvalho, Gilvan e Bruno Pacheco; Marcão, Igor Henrique (Luiz Fernando), Paulinho e Jorginho (Andrigo); Niltinho e Walter. Técnico: Doriva.     

ATLÉTICO-MG: Victor; Alex Silva, Bremer (Matheus Mancini), Gabriel, Leonan; Adílson, Rafael Carioca, Elias, Cazares (Gustavo Blanco; Marlone (Robinho), Fred. Técnico: Roger Machado. 

Ouça a 730
apple android
(62) 98400-1757