Atlético Goianiensebrasao-goias-3Vila Nova
appleandroidtwitterfacebookyoutubeinsta-bordaemail

Foto: Divulgação
dorivaa 001
O Atlético visita o São Paulo nesta quinta-feira (13), às 19h30, no Morumbi, pela 13ª rodada do Brasileirão Série A. O time rubro-negro é o lanterna da competição e terá um confronto direto com o vice-lanterna. O tricolor paulista vem sendo a maior decepção do campeonato até aqui e passa por muitos problemas extra-campos. 

Rogério Ceni, que foi ídolo do clube como goleiro, assumiu o comando técnico, mas não teve um bom desempenho. Foi demitido na semana passada e Dorival Júnior fará suas estreia justamente contra o Atlético. O técnico Doriva concordou que o adversário passar por muitos problemas, mas não é por isso que se torna fácil conquistar uma vitória em cima da equipe. 

"Sabemos dessa confusão interna que o São Paulo vive, mas continua sendo um grande clube, com certeza a chegada de um profissional como o Dorival Júnior traz motivação extra. Eles também precisam reagir, precisamos estar atentos, fazer o jogo da nossa vida, com muita concentração e atitude diferenciada para que possamos surpreende-los e conseguirmos reentrar na competição", afirmou. 

Doriva comentou sobre a necessidade de trabalhar o psicológico do grupo neste momento complicado. O Atlético vem de cinco jogos sem vencer e ainda não conquistou pontos fora de casa, mas a zona de rebaixamento ainda está tumultuada e o treinador acredita numa possível reação. 

"Nosso torcedor tem que acreditar sempre, não tem um momento melhor para a torcida abraçar a equipe do que o time estar na Série A. Internamente, independente do que se é falado por aí, nós acreditamos. Conversei com os atletas ontem e falei que se alguém chegar desestimulando, eles não podem aceitar, vamos mudar essa situação. Temos que mudar a mentalidade, é necessário ter uma mente forte, nos unir e trabalhar", finalizou. 

Ouça a 730
apple android
(62) 98400-1757