Atlético Goianiensebrasao-goias-3Vila Nova
appleandroidtwitterfacebookyoutubeinsta-bordaemail

Foto: Carlos Costa / Futura Press
acgxsantos
O Atlético empatou por 1 a 1 com o Santos, no Estádio Olímpico, na noite deste sábado (01). O time rubro-negro fez um excelente primeiro tempo, abriu o placar e impôs seu ritmo de jogo jogando diante do seu torcedor, mas perdeu muitas oportunidades e viu a situação se complicar quando Jorginho foi expulso aos 6 minutos do segundo tempo. O gol rubro-negro foi marcado por Andrigo, já o tento santista foi feito por Thiago Maia. 

Com o empate, o Atlético segue na lanterna do Campeonato Brasileiro da Série B. O Dragão agora está com sete pontos e precisa torcer para Avaí e Vitória não vencerem seus jogos e abrirem ainda mais distância na zona de rebaixamento. O próximo duelo do time rubro-negro é justamente contra o Vitória, no Estádio Olímpico, no sábado (08), às 16 horas. 

A partida 

O Atlético começou o jogo muito bem. Por estar jogando em casa, tomou as rédeas da partida e impôs seu ritmo de jogo. O Santos, que foi para o duelo com apenas três jogadores titulares, se mostrou desorganizado dentro de campo, errando posicionamento e a marcação. O time rubro-negro conseguiu criar as melhores chances, mas segue com o mesmo problema desde que começou o campeonato: falta qualidade nas finalizações. 

Aos 12 minutos, após excelente lançamento, Breno Lopes invade a pequena área e tenta uma jogada individual, mas o goleiro Vanderlei defende e a bola explode na trave esquerda, no rebote, Andrigo chuta firme para o fundo do gol. Após ver o Dragão saindo na frente, o Santos começou a atacar mais e aumentou a posse de bola, mas só conseguiu uma finalização ao gol de Felipe. O Atlético teve mais vontade dentro de campo com 10 finalizações, mas o time rubro-negro não conseguiu finalizações com qualidade. 

Quando começou o segundo tempo, o Atlético mostrou que iria seguir pressionando dentro de campo, mas aos 6 minutos de jogo, Jorginho levou o segundo cartão amarelo e foi expulso. Com uma menos dentro de campo, o Dragão recuou e começou a levar pressão do Santos, mas mesmo jogando com a mais, o time paulista seguia mostrando desorganização dentro de campo e não conseguia criar jogadas perigosas. 

O goleiro Felipe não chegou a fazer nenhuma grande defesa em toda a partida. O Atlético até conseguiu criar duas chances claras de gol, mas a falta de qualidade nas finalizações segue sendo o maior problema da equipe rubro-negra. Aos 23 minutos de jogo, Thiago Maia, que havia acabado de entrar, soltou uma bomba de fora da área e enganou Felipe com a curva que a bola fez. Assim, o Peixe empatou a partida, mas não conseguiu virar o placar, que terminou 1 a 1. 

Insatisfação  

Parece que a paciência da torcida com o técnico Doriva chegou ao fim. As alterações que o treinador realizou na segunda etapa, estando com a menos em campo, não agradou nada os torcedores presentes no Estádio Olímpico na noite deste sábado (01). Após colocar Diego Rosa no lugar de Breno Lopes e Abuda no de Andrigo, a torcida atleticana soltou vários gritos de "burro" para o técnico.  

E nada muda... 

Das 11 rodadas no Campeonato Brasileiro da Série A, o Atlético só esteve fora da zona de rebaixamento em uma (que foi a sétima). O time rubro-negro vem fazendo uma campanha muito abaixo do esperado. Fora de casa ainda não conseguiu encontrar o caminha da vitória e jogando em seus domínios vem deixando, e muito, a desejar. Dos 18 pontos disputados em casa, o Atlético conquistou apenas sete.

FICHA TÉCNICA        

Campeonato Brasileiro da Série A – 11ª rodada             
Jogo: Atlético 1 x 1 Santos            
Data: 01/07/2017               
Horário: 19 horas (de Brasília)               
Estádio: Olímpico         
Cidade: Goiânia    

Gols: Andrigo (13'|1ºT) para o Atlético ; Thiago Maia (23'|2ºT) para o Santos.

Árbitro: Cláudio Francisco Lima e Silva (SE)          
Assistentes: Cleriston Cley Barreto Rios (SE) e Fábio Pereira (TO)               
4º Árbitro: Ailton Farias da Silva (SE)        

ATLÉTICO: Felipe; Eduardo, Roger Carvalho, Marcão e Bruno Pacheco; Marcão Silva, Breno Lopes (Diego Rosa), Luiz Fernando e Jorginho; Everaldo e Andrigo (Abuda). Técnico: Doriva.  

SANTOS:  Wanderlei; Daniel Guedes, Fabian Nogueira, David Braz e Caju; Alison (Thiago Maia), Yuri, Vitor Bueno (Lucas Lima) e Vladimir Hernandez; Arthur Gomes e Kayke. Técnico: Levir Culpi. 

Ouça a 730
apple android
(62) 98400-1757