Atlético Goianiensebrasao-goias-3Vila Nova
appleandroidtwitterfacebookyoutubeinsta-bordaemail


Foto: Divulgação
atleticoxavai
O Atlético alcançou sua segunda vitória no Campeonato Brasileiro da Série A na noite desta quarta-feira (14), ao vencer o Avaí por 3 a 1 no Estádio Olímpico. O Dragão vem se mostrando forte jogando no estádio que marcou a conquista da Série B em 2016: dois jogos e duas vitórias. Os gols rubro-negros foram marcados por Jorginho e Everaldo (duas vezes). Juan descontou para os visitantes. 

Com o triunfo, o Atlético finalmente deixa a zona de rebaixamento após sete rodadas. O próximo compromisso é diante do Atlético-PR, no Estádio Olímpico, sábado (17), às 16 horas pela 8ª rodada. O Dragão vai tentar mostrar, mais uma vez, sua força jogando no Olímpico e tentar se afastar ainda mais da zona de rebaixamento. 

A partida 

O primeiro tempo começou com domínio total do Atlético. O time rubro-negro impôs seu ritmo, propôs o jogo, mostrando muita atitude. O Dragão dominou as ações e fez boas triangulações e em uma delas saiu o primeiro gol aos 16 minutos. Everaldo puxou contra-ataque, fintou dois jogadores e tocou para Andrigo que cruzou rasteiro para Jorginho só empurrar para o fundo do gol. O Avaí começou bastante recuado e sem conseguir criar jogadas ofensivas, mas após o time rubro-negro abrir o placar, os visitantes foram para cima. 

Aos 24 minutos, Alemão saiu de campo lesionado. Em uma falta de desatenção por conta disso, a zaga atleticana não percebeu a cobrança de lateral feita por Simião. Juan viu um buraco pelo lado direito, se infiltrou e tocou de bico para tirar do goleiro Felipe e empatar o placar. Após os 30 minutos, o Avaí adiantou a marcação e melhorou bastante no jogo, o Dragão pareceu se acomodar com a situação. Mas aos 46 minutos, Leandro Silva derrubou Jorginho dentro da área e o juiz marcou pênalti. Aos 47, Everaldo foi para a bola e fez excelente cobrança, colocando o Atlético na frente mais uma vez.  

Na segunda etapa, o Atlético começou mais recuado, mas seguiu jogando bem, conseguindo articular jogadas e fazendo triangulações. Felipe não trabalhou em nenhum momento. O Dragão trabalhou muito bem pelos lados e sempre levava perigo.  Everaldo, Jorginho e Bruno Pacheco foram os grandes nomes da noite e jogaram muito bem. Aos 48 minutos de jogo, o juiz marca mão na bola dentro da pequena área. Novo pênalti para o Atlético. Everaldo pediu para cobrar e deixou o segundo, liquidando a partida: 3 a 1 para o time rubro-negro. 

ADEUS, ZONA DE REBAIXAMENTO 

Após sete rodadas amargando a zona de rebaixamento da Série A, o Atlético finalmente respira fora dela. Com a vitória sobre o Avaí por 3 a 1, na noite desta quarta-feira, o Dragão chegou à 6 pontos, mesma pontuação do Atlético-MG (que perdeu para o Atlético-PR por 1 a 0), mas o rubro-negro goiano possui uma vitória a mais que o Galo, o que garante a 16ª colocação na tabela do Campeonato Brasileiro. 

Lar doce lar 

Esta foi a segunda partida do Atlético no Estádio Olímpico nesta Série A e a segunda vitória rubro-negra na competição. O estádio, que marcou a campanha do time na conquista da Série B 2016, vem se mostrando um grande aliado rubro-negro também nesta Série A. Os outros dois jogos que o Dragão teve em Goiânia aconteceram no Serra Dourada, contra Flamengo e Corinthians, e foram duas derrotas. No primeiro jogo no Olímpico, diante da Ponte Preta, na 5ª rodada, o Dragão venceu por 3 a 0. Na noite desta quarta-feira (14), novamente três gols, desta vez em cima do Avaí pela 7ª rodada, com o placar final sendo 3 a 1. 

FICHA TÉCNICA 

Campeonato Brasileiro da Série A - 7ª rodada  
Jogo: Atlético x Avaí  
Data: 13/06/2017  
Horário: 19h30 (de Brasília)  
Estádio: Olímpico  
Cidade: Goiânia 

Gols: Jorginho (16'|1ºT) e Everaldo 2X (47'|1ºT) e (48'|2ºT) para o Atlético; Juan (24'|1º) para o Avaí. 

Cartões amarelos: Andrigo e Felipe (Atlético) ; Judson, Luan, Capa, Betão (Avaí). 

Árbitro: Leandro Bizzio Marinho (SP)  
Assistentes: Daniel Paulo Ziolli (SP) e Daniel Luis Marques (SP)  
4º Árbitro: Ricardo Pavanelli Lanutto (SP) 

ATLÉTICO: Felipe; André Castro, Eduardo, Roger Carvalho e Bruno Pacheco; Silva, Igor, Jorginho e Breno Lopes (Diego Rosa); Andrigo (Luiz Fernando) e Everaldo. Técnico: Doriva. 

AVAÍ: Kozlinski; Leandro Silva, Alemão (Gustavo), Betão e Capa; Luan, Judson (Pedro Castro), Simião e Juan; Willians (Diego Tavares) e Romulo. Técnico: Claudinei.

Ouça a 730
apple android
(62) 98400-1757