Atlético Goianiensebrasao-goias-3Vila Nova
appleandroidtwitterfacebookyoutubeinsta-bordaemail

0a8950fd 6149 4b7c a31f 282e6d449883O Atlético foi até Belo Horizonte encarar o Cruzeiro pela 6ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série A, na noite deste domingo (11), a partida teve início às 18h30 da noite, no estádio do Mineirão. O Dragão vinha embalado pela vitória convincente em casa, no estádio Olímpico por 3 a 0 diante da Ponte Preta, o time mineiro havia perdido fora de casa para o Bahia na Fonte Nova por 1 a 0.

O que se viu em campo foi praticamente o jogo de um só time, durante a maior parte da primeira etapa o Atlético se fechou na defesa e marcava o Cruzeiro atacando em poucas oportunidades. A raposa tentava algumas jogadas com Thiago Neves, mas sem efetividade. No segundo tempo tudo mudou, o Cruzeiro abriu o placar com Ábila teve maior posse de bola, o árbitro da partida, João Batista de Arruda, ainda marcou um pênalti para os donos da casa que foi convertido por Ábila.

Com a derrota o Dragão ocupa a 19ª posição na tabela da Série A e está na zona de rebaixamento com apenas três pontos conquistados. Agora o rubro-negro tem uma sequência de jogos difíceis na competição. O Atlético entra em campo na próxima quarta-feira (14), diante do Avaí no estádio Olímpico, Atlético-PR em casa no dia (17), e Palmeiras e Vasco fora de casa na sequência.

O jogo

O Atlético foi para Belo Horizonte confiante pela vitória dentro de casa contra a Ponte Preta na última rodada por 3 a 0. A equipe que estreava o técnico Doriva se posicionou bem nos primeiros minutos de jogo e fechou a defesa impedindo que o Cruzeiro de criasse boas oportunidades. Aos 9 minutos o Cruzeiro conseguiu uma falta, Thiago Neves cobrou, mas a bola passou a direita do gol de Felipe. A raposa continuava insistindo e novamente aos 17 finalizou com Thiago Neves, após longa troca de passes do time mineiro, o meia finalizou no centro do gol de Felipe que fez a defesa. Não demorou muito e o Atlético conseguiu responder com Breno Lopes, após bola enfiada de Jorginho, o meia finalizou, mas Fábio fez a defesa.

O Atlético conseguia marcar bem, mas o Cruzeiro tinha a maior posse de bola e pressionava o time goiano. Aos 28 o time mineiro quase abriu o placar com Thiago Neves mandou que uma bomba no travessão e assustou a defesa rubro-negra. O Cruzeiro continuava colocando pressão no Dragão que se defendia e barrava principais ataques dos mineiros. Aos 38 o Atlético tentou responder com Everaldo que dominou no peito, mas sem ângulo, chutou para fora. Nos minutos finais da primeira etapa o Atlético conseguia se posicionar mais ofensivamente no Mineirão, e reagia aos ataques da raposa.

A segunda etapa do jogo terminou da mesma forma em que acabaram os primeiros 45 minutos, o Cruzeiro insistia com Thiago Neves e companhia, e o Dragão se defendia. Aos 5 minutos, Robinho cobrou falta na área, mas a bola passou por todo mundo e Felipe fez a defesa. De tanto insistir a raposa conseguiu abrir o placar no Mineirão, aos 16 minutos Ábila recebeu passe de Alisson, e o atacante finalizou sem chances para o goleiro Felipe do Dragão. Após o gol, o cenário da partida mudou. O Cruzeiro já não pressionava tanto o Atlético que chegava em alguns contra-ataques. A raposa quase chegou ao seu segundo gol aos 28 minutos Diogo Barbosa deu passe para Thiago Neves que tinha espaço e finalizou, mas Felipe fez a defesa.

A situação do Dragão ainda piorou na partida. O Cruzeiro continuava insistindo nos contra-ataques e a defesa rubro-negra tinha trabalho para se defender. Aos 34 minutos o árbitro da partida, João Batista de Arruda, deu pênalti de André Castro em Ábila, o atacante que já havia marcado na noite, fez seu segundo gol na partida e sacramentou a derrota do Dragão. O Atlético ainda insistiu, o técnico estreante da noite, Doriva, fez três modificações e colocou Viçosa, Luiz Fernando e Walterson em campo para tentar diminuir o placar.

Aos 38 Bruno Pacheco teve a grande chance do Dragão no jogo e desperdiçou o lateral fez fila na defesa cruzeirense e finalizou para boa defesa de Fábio. Nos minutos finais nada mudou na partida, o Atlético conseguia alguns ataques, mas sem finalizar com qualidade dando pouco trabalho para o goleiro Fábio, e o Cruzeiro que parecia satisfeito com o resultado já não pressionava tanto o Dragão. Fim de jogo no Mineiro com resultado positivo para os donos da casa. Com a derrota, o Atlético é 19º colocado na Série A com apenas três pontos conquistados.

FICHA TÉCNICA   

Campeonato Brasileiro da Série A - 6ª rodada       

Jogo: Cruzeiro x Atlético  Data: 11/06/2017        

Horário: 18h30 (de Brasília)       

Estádio: Mineirão  

Cidade: Belo Horizonte

Cartão Amarelo: Andrigo, Jorginho, Marcão (Atlético) Robinho, Murilo (Cruzeiro)

Gol: Ábila 2x

Árbitro: João Batista de Arruda (RJ)   

Assistentes: Luiz Cláudio Regazone (RJ) e Eduardo de Souza Couto (RJ)  

4º Árbitro: Gabriel Conti Viana (RJ)   

Atlético-GO: Felipe; André Castro, Bauermann, Roger Carvalho e Bruno Pacheco; Marcão e Silva; Andrigo, Jorginho e Breno Lopes; Everaldo

Cruzeiro: Fabio; Ezequiel, Murilo Cerqueira, Léo e Diogo Barbosa; Romero e Cabral; Thiago Neves, Robinho e Rafael Marques; Ábila

Ouça a 730
apple android
(62) 98400-1757