Atlético Goianiensebrasao-goias-3Vila Nova
appleandroidtwitterfacebookyoutubeinsta-bordaemail

d571514a 6417 457d be62 ad1a9a71c3a9

O Atlético recebeu a Ponte Preta na noite desta quinta-feira (8), no estádio Olímpico, em Goiânia. A partida foi válida pela 5ª rodada da competição nacional e a bola rolou às 19h30 da noite, pelo horário de Brasília. Os últimos dias foram tumultuados no Atlético, a equipe vivia fase ruim na primeira divisão do Brasileirão, e o técnico Marcelo Cabo pediu para sair.

Assim que a saída de Cabo foi anunciada, a diretoria rubro-negra agiu rapidamente e poucos dias depois anunciou a contratação de Doriva. Enquanto o novo treinador não assumia, o Dragão estava focado no compromisso com a Ponte Preta na noite desta quinta-feira. Sabendo da necessidade de vencer, o Atlético lutou e triunfou diante da Macaca pelo placar de 3 a 0, no estádio Olímpico. Com o resultado, o Dragão saiu da lanterna da Série A, e assumiu a 18ª posição na tabela com 3 pontos conquistados até aqui.

 

O Jogo

Os primeiros minutos da partida começaram movimentados no estádio Olímpico. O Atlético criou boa oportunidade ainda no primeiro minuto de jogo com Breno Lopes que arriscou de primeira e mandou uma bomba para o gol de Aranha, mas a bola foi para fora. O Dragão ensaiava algumas chegadas, mas a Ponte conseguia se segurar.  Até os 20 minutos de partida a Ponte Preta não ameaçava nenhuma finalização. O Dragão chegou novamente aos 19, Jorginho chegou pela esquerda e chutou cruzado, o goleiro Aranha teve que se esticar para fazer a defesa.

O Atlético pressionava a saída de bola da Ponte que se defendia como dava, aos 31 o Dragão chegou com perigo novamente, Andrigo recebeu pelas costas de João Lucas e finalizou forte, Aranha teve que se esticar para espalmar a bola. E de tanto insistir, o Dragão conseguiu sair à frente no placar, aos 37 após cruzamento na área o atacante Everaldo de cabeça colocou no fundo da rede do goleiro Aranha. O Atlético conseguiu impor seu ritmo na partida e dominava todos os setores do campo, aos 43, Marllon fez pênalti em Jorginho, e Everaldo foi pra cobrança. O atacante em noite inspirada, não desperdiçou e converteu a penalidade no estádio Olímpico, vencendo por dois a zero, o rubro-negro foi para o intervalo da partida respirando aliviado.

O segundo tempo começou da mesma forma em que terminaram os primeiros 45 minutos. O Dragão conseguia dominar bem o jogo e chegava em algumas oportunidades, a Ponte Preta não conseguia criar no meio de campo e abusava de lançamentos longos que eram facilmente cortados pela defesa do Dragão. Apesar de dominar o jogo a primeira chance de gol do rubro-negro no segundo tempo só veio aos 17 minutos, Andrigo invadiu a área e chutou cruzado, Aranha espalmou e salvou o que seria o terceiro gol do Dragão. Aos 22 a Ponte teve falta perigosa para cobrar, mas Rodrigo foi mal e chutou por cima do gol de Felipe.

O técnico da Ponte Preta, Gilson Kleina, fez algumas substituições que modificaram o estilo de jogo da equipe e melhoraram a Macaca na partida. João Paulo Sanches também mexeu no Atlético, no lugar de Breno Lopes, entrou o atacante Júnior Viçosa. Andrigo cansado e sentindo dores, saiu dando lugar a Luiz Fernando. Por falar em Luiz Fernando, a noite do garoto estava só começando, assim que entrou em campo na primeira jogada, o meia marcou o terceiro gol do Dragão na partida. Everaldo desviou bola na área, Luiz Fernando em posição de impedimento mandou para o fundo da rede de Aranha, o árbitro deu gol legal. Até o fim da partida o Atlético seguiu pressionando a Ponte Preta que já não expressava nenhuma reação no jogo, a partida terminou em três a zero para o rubro-negro.

Torcida ausente

Apesar da grande atuação jogando em casa, no estádio Olímpico, a torcida do rubro-negro não compareceu. A fase que a equipe vivia quando ainda era comandada por Marcelo Cabo não era das mais animadoras, e a torcida do Dragão sabia disso. Mas quem sabe agora com treinador novo, e um time apresentando resultados, o atleticano volte ao estádio e incentive o clube que é o único representante goiano na primeira divisão do Brasileirão.

FICHA TÉCNICA  

Campeonato Brasileiro da Série A - 5ª rodada     

 Jogo: Atlético x Ponte Preta

 Data: 08/06/2017

 Horário: 19h30 (de Brasília)

Estádio: Olímpico

 Cidade: Goiânia  

Árbitro: Pericles Bassols Pegado Cortez (PE)    

Assistentes: Clovis Amaral da Silva (PE) e Cleberson do Nascimento Leite (PE)   

4º Árbitro: Marcelino Castro de Nazaré (PE)  

Cartão Amarelo: Igor (Atlético)

ATLÉTICO:  Felipe; André Castro, Bauermann, Roger Carvalho e Bruno Pacheco; Igor e Marcão; Andrigo, Jorginho e Breno Lopes; Everaldo. Técnico: João Paulo Sanches.

PONTE PRETAPonte Preta: Aranha; Nino Paraíba, Marllon, Rodrigo e João Lucas; Fabio Braga, Élton e Wendel; Léo Artur; Lins e Lucca Técnico: Gilson Kleina.

Ouça a 730
apple android
(62) 98400-1757