Atlético Goianiensebrasao-goias-3Vila Nova
appleandroidtwitterfacebookyoutubeinsta-bordaemail

Foto: Divulgação
adson vaivem
A derrota para o Bahia, por 3 a 0, na noite desta segunda-feira (5), na Arena Fonte Nova, fez com que Marcelo Cabo entregasse o cargo de treinador após o término da partida. Em entrevista exclusiva à Rádio 730, o diretor de futebol e vice-presidente executivo, Adson Batista, confirmou a situação e disse que o treinador pediu demissão ainda nos vestiários alegando que não enxerga mais reação do grupo com seu trabalho. Além disso, Adson criticou o atual elenco. 

"O Marcelo me comunicou agora a pouco que não vê mais reação dos jogadores com o trabalho dele e acabou de entregar o cargo no vestiário. Me surpreendi com a decisão, estão todos de cabeça cheia, mas infelizmente preciso compreender. Os caras estão entregando, abaixando a cabeça, ele fez de tudo para mudar isso, reanimar o grupo, mas infelizmente essas coisas acontecem. Ele me chamou no canto e falou de toda a satisfação de trabalhar no Atlético, do carinho por todos e pelo clube. A culpa não é apenas dele, apostei em alguns jogadores que deram errado, sou homem para assumir isso", afirmou. 

O Atlético teve um início de Campeonato Brasileiro da Série A muito frustrante. Na primeira rodada, jogando no Couto Pereira, perdeu por 4 a 1 para o Coritiba. Na segunda, encarou o Flamengo, no Serra Dourada, e perdeu por 3 a 0. Na terceira rodada, acumulou outra derrota, desta vez para o Corinthians por 1 a 0. E nesta segunda-feira perdeu novamente jogando contra o Bahia, na Fonte Nova, por 3 a 0.  

Esta foi a terceira derrota rubro-negra com três gols de diferença em quatro jogos pelo Brasileiro. O Dragão é o lanterna absoluto do torneio, sendo o único time sem pontuar até o momento com 11 gols sofridos e apenas um marcado. O mandatário aproveitou para assumir que errou nas contratações e pedir desculpas para o torcedor atleticano. 

"Respeito muitos os atleticanos e conseguimos muita coisa, mas estamos passando por momentos difíceis. Sou o maior responsável por tudo isso. O que me assusta é que o time perdeu organização tática, alguns jogadores abaixaram a cabeça, estão com o emocional abalado. Mas preciso me apegar as coisas boas neste momento. Times grandes, com orçamento maior que o nosso estão com 1 ou 2 pontos. Precisamos ser grandes para sair dessa situação e tentar dar a volta por cima. Peço desculpas ao torcedor do Atlético porque não merecem sofrer tanto", finalizou.

Ouça a 730
apple android
(62) 98400-1757