Atlético Goianiensebrasao-goias-3Vila Nova
appleandroidtwitterfacebookyoutubeinsta-bordaemail

Foto: Paulo Marcos / ACG
klever goleiro comunic acg 001
O Atlético estreou com o pé esquerdo no Campeonato Brasileiro da Série A. O time foi até Curitiba encarar o Coxa, no Estádio Couto Pereira nesta segunda-feira (15), e perdeu por 4 a 1. A derrota foi um pouco mais dolorida para o goleiro Kléver, que falhou em, pelo menos, dois gols do Coritiba. Muito se repercutiu sobre as falhas do goleiro, que lamentou o ocorrido.

“É um dia para se esquecer, infelizmente aconteceu, mas agora é trabalhar e virar a página porque tem muita coisa ainda. Teve falha sim, mas vou analisar e ver o que errou para que não volte a acontecer”, declarou.

Apesar da derrota elástica, o Dragão mostrou um bom futebol e que está preparando um grupo forte. O time rubro-negro teve até mesmo um gol mal anulado no primeiro tempo do atacante Everaldo, que agradou muito toda a diretoria com sua atuação. Kléver afirmou que o time poderia até mesmo ter vencido se não fossem os erros que aconteceram.

“Fico triste pela derrota, pela forma que foi. O time estava bem, creio que merecíamos a vitória, perdemos por conta de erros”, desabafou.

O Atlético tem pela frente uma difícil sequência. No próximo sábado (20) encara o Flamengo, no Serra Dourada, pela segunda rodada do Brasileirão. Na quarta-feira seguinte (24), encara o time carioca novamente, no Serra Dourada, pelo jogo de volta das oitavas de final da Copa do Brasil. E no outro final de semana tem o Corinthians como adversário, também em casa, pela terceira rodada do Brasileiro.

Com os erros cometidos, a titularidade absoluta de Kléver pode ser contestada, mas o jogador  declarou estar tranquilo sobre isso e que as outras duas opções de Marcelo Cabo são excelentes.

“Futebol são chances, quando tenho a minha sempre busco fazer o melhor, temos um grupo forte. Tanto o Marcos quanto o Felipe são ótimos goleiros e quem entrar vai dar conta do recado, futebol é assim, tem que aproveitar as chances que aparecerem”, finalizou.

Ouça a 730
apple android
(62) 98400-1757