Atlético Goianiensebrasao-goias-3Vila Nova
appleandroidtwitterfacebookyoutubeinsta-bordaemail

marcelo cabo divulgacaoGoiás e Atlético fizeram na tarde deste domingo (23), a partida de volta pela semifinal do Goianão. O Dragão acabou sendo eliminado após empatar em 0 a 0 com o Esmeraldino, que tinha a vantagem de um empate por vencer o jogo de ida por 2 a 1. O Atlético agora tem pela frente a Copa do Brasil e o Campeonato Brasileiro da Série A.

Apesar da eliminação, Cabo disse que a equipe foi superior em campo e que faltaram finalizações. “A gente foi melhor no segundo tempo, o Kléver não fez nenhuma defesa. Infelizmente não conseguimos o gol, mas tentamos até o final, não faltou entrega”, afirmou o treinador.

O Dragão teve ainda um pênalti que segundo Marcelo Cabo não foi marcado pela arbitragem. O lance aconteceu nos acréscimos do segundo tempo. “Eu vi a imagem na televisão e pra mim foi pênalti, o árbitro não deu e interferiu no resultado”, disse o treinador. Se o juiz tivesse marcado o Dragão levaria a decisão para os pênaltis.

Sobre o clima no vestiário após a desclassificação, o treinador disse que o elenco não está abatido, e que o Dragão ainda tem muitas competições neste ano. “Não teve choro, não teve despedida, estou focado para continuar meu trabalho no Atlético, amanhã já continuamos nosso planejamento. Temos Copa do Brasil, Campeonato Brasileiro, estamos muito convictos, essa história aconteceu ano passado no Atlético e nós recuperamos”, concluiu Marcelo Cabo.

Agora o foco é na Copa do Brasil e no Brasileirão. Pela Copa do Brasil o Atlético já tem um grande desafio pela frente, encarar o Flamengo nas oitavas de final da competição. “É o momento de planejar o segundo semestre do Atlético, talvez sair na semifinal não seja tão ruim. Agora é hora de amadurecimento pra corrigir o que erramos, temos a copa do Brasil e com certeza o Atlético vai vir forte”.

Ouça a 730
apple android
(62) 98400-1757