Atlético Goianiensebrasao-goias-3Vila Nova
appleandroidtwitterfacebookyoutubeinsta-bordaemail

Foto: Assessoria Atlético
klever acg comunicacao
O pensamento do Atlético está totalmente focado no clássico do final de semana. O Dragão encara o Goiás, no sábado (11), às 16 horas, no Serra Dourada. Para ambas as equipes, conseguir os três pontos significa seguir firme na luta pela liderança de seus grupos. O time rubro-negro é o vice-líder do Grupo B com 14 pontos, mesma pontuação da líder Aparecidense, mas o Camaleão é superior no saldo de gols. 

Diferentemente do Atlético, o Goiás teve jogo neste meio de semana. Nessa quarta-feira (8), o time esmeraldino recebeu o Cuiabá pela Copa do Brasil. Além disso, o Goiás vem tendo alguns problemas extracampo esses últimos dias (como o caso do Walter, que rescindiu o contrato após agressão e o pedido do afastamento do cargo de diretor de futebol feito por Harlei Menezes).  

Para o goleiro rubro-negro Kléver, esses fatos são coisas que não prejudicam o time dentro de campo, e que sabe que o Goiás vai com tudo, mas que o Atlético estará preparado.  

"É um clássico importante por tudo que envolve, dentro e fora de campo. Mas independente do que esteja acontecendo, sabemos que quando entra em campo, tudo muda. Sabemos dos nossos objetivos, contamos com essa vitória e esperamos fazer uma boa partida. Estaremos prontos", declarou. 

Nas últimas oito rodadas o Goiás vem mostrando uma grande arma neste Goianão, a bola parada. O time esmeraldino tem excelentes cobradores, como Tiago Luís e Juan, que fizeram dois gols de falta na última partida, contra o Goianésia. Para Kléver, o time rubro-negro precisa estar atento a tudo, pois sabem da qualidade do adversário. 

"Estamos informados sobre essa arma que eles possuem, que é a bola parada, mas acho que não devemos focar somente nisso, todo o grupo é bom. Sabemos do poder ofensivo deles trabalhamos no dia a dia para evoluir e não levar gol", finalizou. 

Ouça a 730
apple android
(62) 98400-1757