Atlético Goianiensebrasao-goias-3Vila Nova
appleandroidtwitterfacebookyoutubeinsta-bordaemail

Foto: Divulgação
marcelo cabo acg
O Goiás  encarou o Atlético neste domingo (5) no Serra Dourada. Cheio de polêmicas, o clássico terminou com a vitória do Verdão por 1 a 0. O primeiro lance que causou repercussão na partida foi logo no primeiro minuto. Após forte dividida no meio de campo entre Viçosa e Jean Carlos, o atacante atleticano levou a mão no rosto do meia esmeraldino, que ficou caído no campo. Após a confusão, o árbitro André Luiz Castro mostrou apenas cartão amarelo para o camisa 9. 

O segundo lance de confusão também envolveu Viçosa. Após excelente descida de Willians, o atacante entrou na área e na hora do chute foi derrubado por Everton Sena, mas o árbitro não marcou nada e mandou o lance seguir. Em jogada parecida do Goiás com Léo Gamalho e Bonfim, o juiz marcou o pênalti que resultou no gol da vitória esmeraldina. Sobre esse lance com Viçosa, o técnico Marcelo Cabo comentou sobre a atuação de André Luiz Castro. 

"Ele apitou o jogo com bastante tranquilidade, mas houve uma infelicidade nos critérios dos pênaltis, o bandeira podia ter dado o pênalti também no lance do Viçosa", disse. 

Na partida deste domingo, somente dois jogadores em campo participaram da campanha do Atlético na temporada passada, Viçosa e Jorginho. Marcelo Cabo afirmou ser normal  neste início de campeonato essa dificuldade do time ganhar o entrosamento necessário para chegas às vitórias. 

"Já estava preparado, dos 10 de linhas que estavam jogando só tínhamos dois do ano passado. E tivemos a infelicidade de perder Ricardo Silva e Luís Fernando, a equipe está se encontrando, apesar de tudo gostei do que foi apresentado taticamente, criamos várias jogadas. O que me deixa mais tranquilo é que para uma equipe que está em construção tivemos uma apresentação muito boa contra o Goiás", declarou Marcelo. 

O treinador lamentou a derrota e afirmou que um empate era, no mínimo, justo diante do volume de jogo apresentado pelo Dragão em campo. "Achei que minha equipe foi muito bem, clássico é ganho em detalhes, foi o que aconteceu hoje. Nós tivemos cinco chances para empatar e virar o jogo, um empate seria mais justo, mas agora não adianta chorar, precisamos começar a pensar no próximo jogo", afirmou. 

O Atlético entra em campo novamente na quarta-feira (8) contra o Crac, no Olímpico. Será a primeira partida do time rubro-negro com o estádio que marcou a excelente campanha feita na Série B do ano passado. 

Ouça a 730
apple android
(62) 98400-1757