Atlético Goianiensebrasao-goias-3Vila Nova
appleandroidtwitterfacebookyoutubeinsta-bordaemail

Foto: Marcos Santos/Fotos Públicas
grevea
Dezenas de professores e servidores da Educação estiveram reunidos na manhã desta quinta-feira (6) em frente à sede da Secretaria Municipal de Goiânia (SME), no Setor Leste Universitário.

Os servidores apresentaram uma pauta com 30 reivindicações, e a previsão é de que a paralisação tenha início na terça-feira (11). Entre as requisições dos trabalhadores estão o pagamento do piso salarial e da data-base, além de melhorias na estrutura física e segurança nas escolas e Cmeis.

De acordo com o vice-coordenador geral do Sindicato Municipal dos Servidores da Educação de Goiânia (Simsed) , houve reunião de representantes da entidade e do Sintego com o titular da SME, Marcelo Costa nesta quarta-feira (5).

No encontro, ficou definido que serão chamados 1,3 mil aprovados no concurso da Educação,entre professores e administrativos, além dos 660 que foram convocados no mês passado, a permanência da gratificação dos diretores, descentralização da merenda e mais segurança.

Segundo o Sintego, o piso dos professores deverá ser pago no mês de maio e a data-base dos administrativos na folha de abril, retroativo a janeiro. No entanto, de acordo com o Simsed, as medidas não são suficientes.

A SME disse que não vai se manifestar sobre o indicativo de greve dos servidores.

Confira as reivindicações do Simsed:

1. Melhoria nas escolas e CMEI’s de Goiânia, para que seja garantido o pleno atendimento de direitos básicos dos estudantes e dos trabalhadores da educação;

2. Imediato pagamento da data-base do trabalhador administrativo sem parcelamento, pois já deviam estar cumprindo desde o mês de janeiro;

3. Piso Salarial para o trabalhador administrativo de dois salários mínimos;

4. Cumprimento do Piso Nacional dos professores e reposição das perdas inflacionárias;

5. Reajuste da Titularidade do professor;

6. Reajuste do difícil acesso do professor;

7. Direito das auxiliares de atividades educativas realizar substituição;

8. Alteração do Plano de Carreira e Estatuto definindo o cargo de auxiliar como pedagógico e equiparando a suas vantagens na carreira a do professor;

9. Auxílio locomoção para as auxiliares de atividades educativas;

10. Pagamento dos oito meses de retroativo dos servidores administrativos, referentes a data-base de 2014;

11. Pagamento das Progressões Horizontais (mudança de letra) e Verticais (Titularidade), com retroativo;

12. Regulamentação do cargo de cuidador;

13. Direito ao auxílio locomoção para o trabalhador administrativo, com alteração do Estatuto do Servidor, que não permite o recebimento de vale transporte para quem recebe acima de dois salários mínimos;

14. Não fechamento do Ciclo 3;

15. Reabertura de turmas EAJA noturno nas Escolas onde fecharam e Manutenção onde já existem;

16. Imediata convocação dos aprovados no concurso público e não abertura de contratos temporários;

17. Reajuste do Auxílio Locomoção e da Regência;

18. Que a Progressão vertical dos servidores administrativos volte a ser de 2 em 2 anos;

19. Igualdade do recesso escolar dos trabalhadores administrativos em relação aos demais servidores da educação;

20. Direito a insalubridade para os trabalhadores administrativos;

21. Pagamento de três meses retroativo do Piso dos professores no ano de 2014;

22. Regência para o coordenador de turno;

23. Melhorias no atendimento pelo IMAS;

24. Melhoria na estrutura física de escolas e cmeis.

25. Cumprimento da lei que garante a substituição do administrativo imediatamente;

26. Aumento da quantidade de administrativos nas escolas que funcionem com o Mais Educação;

27. O administrativo com formação superior na área da educação, tenha garantia de valorização tanto economicamente quanto socialmente no decorrer de sua carreira pública.

28. Fim das Escolas e CMEI’s de Placa.

29. Melhoria na qualidade da merenda escolar e dos produtos adquiridos para o preparo dos alimentos, com garantia do fornecimento do lanche a todas as instituições, sem interrupções contínuas ou esporádicas durante todo o período letivo.

30. Maior segurança nas instituições escolares, pois semanalmente as mesmas são assaltas e o patrimônio da escola é depredado. Que a guarda municipal possa realizar esse patrulhamento principalmente aos finais de semana.

carregando...

Ouça a 730
apple android
(62) 98400-1757