Atlético Goianiensebrasao-goias-3Vila Nova
appleandroidtwitterfacebookyoutubeinsta-bordaemail

Foto: Reprodução/ Internet
dollar
O dólar tinha leves variações ante o real nesta terça-feira, com investidores ainda acreditando que as negociações para a reforma da Previdência no Brasil vão ter resultados positivos, mas a cautela com o cenário externo impedia quedas maiores.

Às 10:38, o dólar avançava 0,08 por cento, a 3,1416 reais na venda, depois de terminar a sessão anterior em queda de 0,36 por cento. O dólar futuro tinha leve alta de 0,06 por cento.

"Se o nervosismo se agravar no exterior, o dólar aqui vai acompanhar e subir. Pode não ser tanto, já que o mercado acredita que a reforma da Previdência vai passar", avaliou o gerente de câmbio da corretora Treviso, Reginaldo Galhardo.

No exterior, o dólar perdia força ante o iene, com os investidores buscando proteção e avaliavam uma série de riscos, incluindo possível ação dos Estados Unidos na Síria e na Coreia do Norte e o ressurgimento de candidatos já descartados na corrida presidencial da França.

O dólar também operava em baixa ante uma cesta de moedas e divisas de emergentes, como o rand sul-africano, o peso chileno e a lira turca.

Internamente, o foco do mercado seguia nas negociações da reforma da Previdência, com mais uma reunião do presidente Michel Temer com líderes da base aliada na Câmara dos Deputados e membros da Comissão Especial para costurar um acordo e garantir a aprovação da proposta.

"A reforma é a principal (medida) para estancar os gastos do país, por isso o mercado está acreditando na sua aprovação. Caso isso não aconteça, poderá haver forte reversão nos ativos", acrescentou Galhardo.

O Banco Central brasileiro não anunciou intervenção no mercado de câmbio para esta sessão, por ora. Em maio, vencem 6,389 bilhões de dólares em swap cambial tradicional, equivalente à venda futura de dólares.

Da Agência Reuters Brasil

carregando...

Ouça a 730
apple android
(62) 98400-1757