Atlético Goianiensebrasao-goias-3Vila Nova
appleandroidtwitterfacebookyoutubeinsta-bordaemail

Foto: Reprodução/ Internet
construcaocivil
O Índice de Confiança da Construção, medido pela Fundação Getulio Vargas, subiu 0,7 ponto em março e atingiu 75,1 pontos em uma escala de zero a 200. É o maior nível do indicador desde junho de 2015, quando registrou 76,2 pontos.

A alta foi influenciada pela melhoria da percepção dos empresários da construção civil em relação ao futuro. O Índice de Expectativas cresceu 1,7 ponto e chegou a 87,8 pontos, o maior nível desde setembro de 2014 (88,4 pontos).

Os dois quesitos que compõem o Índice de Expectativas acusaram alta, com destaque para o indicador que mede o otimismo com a situação dos negócios nos seis meses seguintes, que subiu 2,2 pontos e chegou a 90,1.

Já o Índice da Situação Atual, que avalia a opinião do empresário, recuou pelo segundo mês seguido, ao variar 0,2 ponto, atingindo 62,8 pontos. A maior contribuição para o resultado veio do indicador de percepção em relação à carteira de contratos, que caiu 0,6 ponto em relação ao mês anterior, indo para 61,5 pontos.

Da Agência Brasil

carregando...

Ouça a 730
apple android
(62) 98400-1757