Atlético Goianiensebrasao-goias-3Vila Nova
appleandroidtwitterfacebookyoutubeinsta-bordaemail

Arte: Divulgação
cotas de tv
Não é só na Série A do Campeonato Brasileiro que a distribuição de cotas de TV irá acontecer de forma discrepante em 2017. As novas cotas acordadas entre a Globo e as 20 agremiações da Série B continuarão sendo distribuídas, com disparidades de valores até 2018. Ao todo, serão R$ 185 milhões entre os participantes da segunda divisão. Desse montante, quase R$ 40 milhões serão para Goiás e Vila Nova, mas com uma diferença significativa entre os rivais.

O Alviverde, que vai para sua segunda temporada consecutiva na Série B, receberá R$ 35 milhões em 2017. Simplesmente R$ 30 milhões a mais que o arquirrival local, o Vila Nova, que participará pela 21ª vez da segunda divisão do futebol brasileiro.   

Juntos, Goiás e Internacional, que foi rebaixado pela primeira vez em sua história, vão receber valores das cotas televisivas maiores do que a quantia somada dos outros 18 clubes da Série B. A dupla ficará com R$ 95 milhões, sendo R$ 60 milhões para o clube gaúcho e R$ 35 milhões para o esmeraldino. Os demais participantes da competição - ABC, América-MG, Brasil de Pelotas-RS, Boa Esporte, Ceará, CRB, Criciúma, Figueirense, Guarani, Juventude, Londrina, Luverdense, Náutico, Oeste, Paraná, Paysandu, Santa Cruz e Vila Nova - vão receber R$ 5 milhões, cada.

Confira quanto os 20 clubes da Série B vão receber de receita com direitos de transmissão em 2017*:

Internacional: R$ 60 milhões

Goiás: R$ 35 milhões

Demais equipes: R$ 5 milhões, cada

*Valores divulgados pelo Blog Diário de Pernambuco.

carregando...

Ouça a 730
apple android
(62) 98400-1757