Atlético Goianiensebrasao-goias-3Vila Nova
appleandroidtwitterfacebookyoutubeinsta-bordaemail

Marconi Perillo em reunião com membros da base aliada. (Foto: Humberto Silva)
marconi base
O presidente regional do PSDB, deputado federal Giuseppe Vecci, aponta que os encontros do partido continuarão nos primeiros meses do próximo ano, depois do último realizado de 2017, em Trindade. No entanto, confirma que serão iniciados, no máximo até abril, os encontros regionais com todos os partidos da base aliada ao governo.

A intenção é fechar logo toda, ou grande parte, da aliança que sustentará a candidatura do vice-governador José Eliton (PSDB) à reeleição, depois de assumir o governo em abril. Neste sentido, há quem comemore a saída do governador Marconi Perillo do processo de disputa interna pela presidência nacional do PSDB. Sem esta agenda, Perillo terá mais tempo para trabalhar a união da base.

“No ano que vem, a partir de uma data que ainda estamos discutindo, vamos fazer os encontros da base aliada com os demais partidos. Assim, vamos levar as nossas candidaturas proporcionais e majoritárias para todos os cantos do estado”, afirma o presidente tucano.

Confira a íntegra da entrevista exclusiva com o deputado federal Giuseppe Vecci à Rádio 730

“Ainda não está totalmente acertado, mas acredito que já a partir de primeiro de março nós começaremos a nos reunir com toda a base. Isso está em bom andamento. Esperamos ter, até lá, toda a definição sobre quais serão de fato os partidos da base”, espera Vecci.

Alvos

Os dois maiores partidos da base, depois do PSDB: PP e PSD ainda flertam com a possibilidade de fechar aliança com a oposição para o pleito estadual. O secretário de estado Vilmar Rocha, presidente do PSD, deixou a decisão para março.

Sem prazo

Já o senador Wilder Morais (PP) não estabelece data para definição, mas mantém conversa com PMDB e aberta a possibilidade de candidatura solo à reeleição.

 

Acompanhe pelo Twitter:

@RubensSalomao

Ouça a 730
apple android
(62) 98400-1757