Atlético Goianiensebrasao-goias-3Vila Nova
appleandroidtwitterfacebookyoutubeinsta-bordaemail

(Foto: Denise Xavier / Assembleia Legislativa)
vitti
Alvo de constantes especulações nos bastidores, entre lideranças da base aliada ao governador Marconi Perillo que preferem manter plano B, além da pré-candidatura oficial do PSDB do vice-governador José Eliton, o presidente da Assembleia Legislativa afirma que está à disposição da sigla para se candidatar ao governo de Goiás em 2018.

O tucano já descartou candidatura a deputado federal e tem mostrado interesse em projeto majoritário, mas admite que a preferência é toda do vice. “O PSDB tem o nome natural que é do doutor José Eliton e vamos trabalhar por ele. Obviamente, a eleição para governador não acontece com tanto planejamento e as coisas acabam acontecendo naturalmente. Se amanhã, meu nome aparecer, estiver bem nas pesquisas e o grupo entender que eu deveria ser candidato, meu nome está à disposição. Mas nós temos um quadro já pré-definido”, aponta.

Independente do escolhido, Vitti considera que o Goiás na Frente e a efetiva entrega de obras serão fundamentais para qualquer projeto eleitoral da base.

Largada

“Se a gente conseguir manter a base que temos hoje, com certeza nós temos muitas condições de largar na frente. Mas é preciso que as obras sejam concretizadas e que o nome esteja consolidado”, avalia o presidente da Alego.

Liderança natural

Vitti considera natural o quadro apontado por pesquisa do Instituto Paraná, que mostra o senador Ronaldo Caiado (DEM) na liderança nas intenções de voto. “O senador tem muita representatividade e evidência”.

Ouça a 730
apple android
(62) 98400-1757