Atlético Goianiensebrasao-goias-3Vila Nova
appleandroidtwitterfacebookyoutubeinsta-bordaemail

Leia mais...Desde que comecei nessa nova empreitada de #SuperDestinos, a cada dia que passa, fico mais encantada com as belezas que podemos visitar, conhecer, tanto aqui em Goiás, como no Brasil e no mundo. Está sendo uma terapia construir esse quadro. Cada destino desperta em mim uma vontade nova de viajar e investir o que ganho em novos lugares.

Muitas pessoas me param na rua e perguntam se eu não trabalho, se tenho dez férias por ano, se tenho rios de dinheiro, ou se vivo pra isso. Olha, não tenho dúvidas que o segredo é planejamento. Quer viajar? Planeje e faça as malas. Sua imaginação é o seu limite! Costumo dizer que viajar é um investimento. Quem viaja é muito mais feliz e completo. Outras pessoas me perguntam, "mas você viaja sozinha? Não tem medo?" Meu Deus! A melhor coisa da vida é viajar sozinho. Viajar sozinho é se dar a chance de conhecer novas pessoas, fazer novos amigos, se abrir a novas culturas e oportunidades.

Nesse primeiro mês de #SuperDestinos já falamos de Porto Seguro, Salvador, Lagoa Santa, Rio de Janeiro, Jataí, Chile e Ouro Preto. Cada lugar com sua particularidade e encanto. São destinos diferentes, pra todos os gostos: tem praia, tem frio, tem neve, tem patrimônio histórico, e até vulcão. Não há nada mais gratificante do que buscar conhecimento de lugares novos pra visitar. E, mesmo aqui do estúdio, eu consigo ir além da minha imaginação, e a verdade é que me sinto nesses lugares. E é este o meu segredo. Dar asas à imaginação e viajar. Viver! Primeiro imagine, na sequência planeje, trabalhe e você vai conseguir. Faça você também as suas malas e viaje comigo, todos os sábados, às 8h30 da manhã, dentro do Super Sábado, aqui na programação 730. Quer sugerir um destino novo, ou até mesmo fazer alguma parceria? Mande um direct pra @lucianamaciel19.

Quando um ano finda, a gente costuma desejar aos nossos queridos um "feliz" ano novo e daí seguimos os desejos para os próximos 365 dias. Muita gente costuma desejar paz, dinheiro, saúde, amor, paixão, sexo, viagens, cervejas, churrascos, sucesso profissional e por aí vai. E que por fim todos os sonhos sejam realizados. Aí eu me pego no penúltimo dia do ano fazendo o “meu balanço”. O que minha vida mudou desde o final de 2015 até agora?

Quando o ano começou, assistindo aos fogos na Orla de Copacabana, eu só pedi a Deus paz. Naquele momento era a única coisa que eu desejava. E o ano foi “tão mais” do que eu pedi a Ele.Em janeiro, não poderia começar melhor, passando os primeiros dias do ano em um dos lugares em que eu mais gosto de estar, onde encontro o meu eu, a minha paz: na praia. Durante todo o ano, eu fiz viagens incríveis, fui à lugares maravilhosos, lindos, os quais eu queria passar o resto da minha vida. Eu realizei um sonho que eu considerava impossível. Mas não, Ele me deu força e eu criei coragem e tornei o meu maior pesadelo em sonho realizado.

No aspecto profissional, eu pude ver cada passo alcançado, cada degrau conquistado. Foi tão mágico, tudo que eu recebi profissionalmente esse ano, pegando desde as críticas mais pesadas até, os melhores elogios. Foi um ano diferente, porém único na minha carreira jornalística. Como eu cresci. Eu superei meus medos, eu venci os obstáculos que julgava invencível.

Eu bati metas, eu venci a minha compulsão, eu aprendi a ter controle dos meus pensamentos. Gente, que ano mais maravilhoso! E parando para analisar, o foi recheado de tudo que eu planejei: shows, “burduadas”, amigos, festas, dietas, dessa eu não poderia esquecer. Foi cheio de sorrisos, de pessoas especiais e de carinho. Como a presença dos melhores amigos, que uma pessoa poderia ter, seres que fizeram diferença na minha vida. Afinal, já dizia o sábio Vinicius de Moraes: “E eu poderia suportar, embora não sem dor, que tivessem morrido todos os meus amores, mas enlouqueceria se morressem todos os meus amigos!".

Foi tanta coisa boa que me aconteceu em 2016, tanta, que eu nem sei como agradecer a cada um que fez parte da realização de cada um desses sonhos. Mas a mensagem que eu deixo a quem teve a paciência de ler esse textão, é que o segredo é correr atrás dos sonhos e nunca desistir de nada, de ninguém e nem dos objetivos mais difíceis. Ter fé, correr atrás, lutar e buscar sempre! Esse é o caminho, o resto é consequência do trajeto. E no mais eu desejo um Feliz Ano Novo, e sabe o que mais? Além de Paz, desejo muita Luz! Assim como em 2016.

Leia mais...Atenção você mulher, que está lendo esse texto agora! Já pensou ter as unhas em “formato stiletto”?  E que tal, você mesma pinta-las com um spray, ao invés de um esmalte? Essas são as novidades que as famosas têm adotado e que estão chegando à Goiânia e conquistando a mulherada. Já notou como as celebridades fazem tendência nos esmaltes?  Não só nas cores e marcas, mas também nos novos modelos e formatos de unhas.  Aliás, tudo que é ditado pela moda, que mulher não adora seguir, não é mesmo?

O “formato stiletto”, citado acima, exigiria um pouco mais de coragem e personalidade da cliente. Seria unhas mais longas, com as pontas em formato de um triângulo. Exigiria mais ousadia e autenticidade.  No meu caso pra usar este estilo, acredito precisar de um pouco mais de ousadia, e por enquanto, continuo com meu tradicional “modelo quadrado”. Já o esmalte, em spray adoraria carrega-lo na bolsa. Esse foi feito pra mim.

No Quadro Mulher em Destaque desta segunda-feira, a especialista em unhas, Deborah Evelyn deu dicas pra quem é apaixonado nas tendências de unhas e garante que para esta época do ano, vale apostar em modelos mais ousados e cores mais quentes como vermelho, laranja e azul. Já as tendências das unhas de gel, porcelanas, acrigel prometem cada vez mais a durabilidade do esmalte na unha.

Ouça a entrevista na íntegra:

Leia mais...Essa é uma pergunta que me faço constantemente. Se eu não fosse jornalista, o que eu seria? Logo penso, se eu não fosse jornalista, queria ser jornalista. Estranho! Um pouco! A questão é que não me vejo fazendo outra coisa. Sou aquela pessoa que nasceu pra isso. Talvez um dom, uma missão, acho que um sonho. E não me importo de não estar à frente das câmeras e nem atrás de um microfone. Na verdade, essa vocação eu não tenho, apesar de ser comunicativa, sou tímida. Pra mim, apurar, correr atrás da informação, trazer a notícia ao telespectador e ouvinte, já é de grande valia. E quase sempre, dar uma notícia em primeira mão, ah essa ai não tem preço.

Desde criança sempre fui muito comunicativa, gostava de contar as coisas (fofocar), ligar para as amigas e perguntar? Quais as novidades? Sempre conversei demais. Na adolescência, adorava um telefone. Em casa, minha tia sempre tinha que sair pro trabalho e trancar o telefone, porque do contrário, a conta sempre viria “o olho da cara”. Na internet, sempre procurando algo aqui ou alí. Agora com o whatsapp, acompanhando o que acontece nos grupos policiais. É definitivamente nasci pra ser jornalista.

Mas ainda não posso fugir da pergunta. Se eu não fosse jornalista, mesmo sabendo que não me vejo em outro lugar, acho que eu seria veterinária, só pra estar mais próxima dos animais e buscar um mundo melhor pra eles. Mas essa é uma pergunta que cabe uma reflexão, sabe por que? Muita gente, não se vê fazendo o que faz. E isso é ruim, e por isso lidamos com tantos péssimos profissionais no dia a dia. Tudo que tem amor, é mais fácil de fazer. E pra exercer alguma profissão, definitivamente é necessário gostar do que faz.

Quantas pessoas cursam quatro, cinco ou até seis anos uma universidade e depois descobrem que não é o que sonhavam e que não é o que querem seguir pro resto da vida e mudam o foco de vida e da carreira. E é por isso que semanalmente produzo o quadro “Feira das Profissões” na Rádio 730. Dessa vez falamos do curso de Gastronomia, que tem expandido em Goiás. O quadro tem o objetivo de mostrar o curso, salário, profissionais que atuam no ramo e o mercado de trabalho. Te convido a ouvir a reportagem de Larissa Artiaga. E que tal pensar melhor? Você faz o que você ama? A sua profissão te satisfaz em todos os aspectos? 

Leia mais...Atenção! O texto que você vai ler agora é totalmente voltado para os amantes dos animais. Se você não gostar de bichos, vai perder seu tempo lendo a dica que estou trazendo hoje, e ainda vai achar uma bobeira, me classificando como fútil e sem o que fazer. Então, vamos lá!

 Que tal agradar o seu animalzinho de estimação com um “cãoversário” ou um “gatoversário”? Pra muitos pode ser um loucura, pra outros uma aventura e tanto. Só quem ama os peludos pra entender o que significa um carinho e uma diversão nova na vida deles. E você sabia que esse tipo de festa tem se tornado cada dia mais comum? Nelas, o pet tem direito a tudo: convites, bolo, quitutes, decoração e até lembrancinhas para os convidados.

O mais engraçado é que hoje existem várias padarias especializadas em bolos e petiscos para animais. As guloseimas devem sair do padrão de “gordices” e precisam ser naturais, sem conservantes e preparadas especialmente para atender o paladar dos peludos mais exigentes. Que tal fazer o bolo ter o nome do seu cãozinho?  Especialistas afirmam que se houver cuidado e fazer uso dos ingredientes corretos, não há problema em ser feito em casa. E a decoração? Meus olhos enchem de alegria e entusiasmo ao imaginar uma festa dessa. Já adoro organizar qualquer tipo de festa, imagine uma festa para as minhas lindas meninas “ Liz e Kate”?
Pra uma decoração, “boa pra cachorro” eu usaria a mesma de festa infantis, com chapéu de aniversário, pratos, toalha para mesa e painéis de parede. E não poderia deixar de escolher um tema, não é mesmo? No meu caso, faria tudo em formato de patinhas e convidaria todos os “aumiguinhos” pra comemorem essa data tão especial.

No Quadro Mundo Pet de hoje a especialista em festa de animais, Luciana Praxedes deu várias dicas para uma festinha especial para os cães. Não deixe de ouvir a entrevista abaixo. Vou preparar a das minhas filhas e em outro post trago os detalhes da “augunça”.

Leia mais...Desconforto, irritação, cólicas... qual mulher nunca enfrentou esses sintomas clássicos? Quem nunca teve TPM que atire a primeira pedra. De uma forma ou de outra, algum sintoma sempre é manifestado.  Segundo pesquisas de uma Universidade Americana, a conhecida tensão pré menstrual está presente em 95% das mulheres no mundo. Porém, pra algumas vem mais forte, e pra outras mais branda.

No meu caso, viro um furacão. Todo o meu lado bom se transforma em negro, e bem rápido, do dia pra noite. Além das terríveis dores, eu fico nervosa, emotiva, chata, digamos que insuportável. Choro, como tudo que vejo pela frente. Tá ai mais um problema, meu peso na balança sempre aumenta. Uma situação que foge do meu controle emocional e psicológico. Mas o que muita gente não tem conhecimento, e nem eu tinha até pouco tempo, é que isso pode ser mudado.

Você sabia que a alimentação influencia diretamente no seu período menstrual? Se você tiver uma alimentação mais leve, mais balanceada no decorrer do mês, a tendência é que o período menstrual venha mais tranquilo. Mas se a alimentação for pesada, cheia de refrigerante, massa, gordura, açúcar e frituras e a vida sedentária, tudo pode virar um pesadelo.

Com certeza muita gente está agora se perguntando, e me achando louca em falar isso, porque só sendo mulher pra saber como é difícil controlar a ansiedade no período menstrual. Se já é difícil seguir uma dieta balanceada, no dia a dia imagina durante os “red days”. A verdade é que funciona. Um estilo de vida saudável e, sobretudo, a alimentação balanceada podem minimizar os efeitos e tornar os sinais mais brandos. O primeiro passo deve partir de nós mesmas. Trocar o refrigerante pelo chá, o chocolate ao leite pelo amargo, evitar alimentos industrializados, esquecer o sedentarismo e praticar atividade física, e os lanches ricos em carboidratos por frutas.

A nutricionista Ana Paula Henriques conversou com a gente, no Quadro Mulher desta semana e montou um cardápio anti TPM, pra mudar definitivamente esse “carma” que nós mulheres carregamos.  Diga-se de passagem, que comigo tem funcionado.

Leia mais...O tema do Quadro Mundo Pet da última semana me fez lembrar de um dos momentos mais tensos da minha vida. Foi quando eu voltava da Irlanda em maio de 2009 e trazia minha Layly. Pra quem não sabe a Layly é a cadelinha que conviveu comigo por maravilhosos 9 anos e morreu em novembro de 2014.

Quando a compramos, nos preocupamos com tudo, pra que ela viesse comigo para o Brasil. Verifiquei se ela tinha todas as vacinas, microchip, providenciei o passaporte europeu pra animais, assim como todos certificados que a companhia aérea me informou que seria necessário. Chegando próximo da data de embarque, comprei a caixa para fazer o transporte e ainda uma bolsa pra carrega-la entre um vôo e outro. Não queria que ela não ficasse presa o tempo todo em uma caixa fechada, levando em conta que passaríamos mais de 24 horas entre as conexões. 

Saímos de Dublin com destino a Amsterdan, paguei a passagem dela, que no caso foi apenas excesso de bagagem, devido ela pesar apenas dois quilos. Ela veio comigo nos meus pés. De fralda e calça jeans, a minha yorkshire arrasava por onde passava.

Porém o sonho de chegar ao Brasil após 5 anos, estava prestes a virar um pesadelo. Chegamos ao aeroporto Internacional de Guarulhos às 6 da manhã do dia seguinte. Próximo vôo confirmado pra Goiânia, às 8hs, mas fomos barradas na Vigilância Sanitária. Segundo o veterinário do plantão, faltava um documento que era emitido pelo Ministério da Agricultura da Irlanda, comprovando a saúde  do animal. Informaram-me que ela seria deportada pra Irlanda.

Sabe o que aconteceu? Eu surtei. Por ser ilegal, não podia voltar com ela. E ai como faria? Fiz um escândalo, chamaram o pessoal da Companhia e me levaram pra sala VIP. O veterinário me deu até o final do expediente dele pra conseguir o documento. A empresa me ofereceu todo suporte, fiz várias ligações pra amigos e também pra veterinária dela em Athenry, cidade em que morei na Irlanda. Gentilmente, a Vet dela foi até o órgão pegou o documento pra mim e mandou via e-mail. Toda essa burocracia durou quase 12 horas.  No final parecia final de filme. O meu choro, virou lágrimas de alegria e agradecimento a todos que me ajudaram.

Tinha previsão pra chegar a Goiânia às 9 da manhã, chegamos às 8 da noite. Eu tive a sorte de ter anjos no meu caminho, mas já pensou o que poderia ter acontecido se eu não conseguisse esse documento? Sendo assim, fique ligado as dicas do Ministério da Agricultura aqui em Goiás. Faça o check list dos documentos e tenha certeza que está tudo certo antes de embarcar.

Até logo!

 

Leia mais...Talvez não haveria um post melhor pra estrear o meu blog aqui no Portal 730. Além de poder falar de um dos maiores festivais do país, ainda posso compartilhar minha admiração pela bela cidade de Gramado. Com as baixas temperaturas durante grande parte do ano, esbanjando charme e com arquitetura europeia, a pequena Gramado, situada a pouco mais de 120 quilômetros de Porto Alegre, chama atenção de turistas do mundo todo.

Do dia 26 de agosto ao dia 3 de setembro, a  cidade gaúcha vai receber a 44 ª edição do Festival de Cinema de Gramado.  Uma oportunidade pra além de conhecer a Serra, saborear as periculosidades da gastronomia alemã e deliciar aquele maravilhoso chocolate quente. O festival é considerado o mais antigo do país e da América do Sul, acontecendo impreterivelmente desde 1972.  A edição deste ano conta com 51 filmes: 13 longas entre nacionais e estrangeiros, 24 curtas gaúchos e 14 curtas brasileiros em disputa. O número de produções inscritas bateu recorde em 2016. No total, foram 931 trabalhos recebidos. Os atores Sonia Braga e Tony Ramos serão homenageados.

A mostra é totalmente competitiva, e além de mostrar o cinema como arte, o Festival é capaz de ser sentido por admirados e visitantes. Em entrevista nesta quinta-feira (21), à apresentadora Cecília Barcelos, no Quadro Mala Pronta do Programa Cidadania em Destaque, o diretor da Gramatur e um dos organizadores do evento, Enzo Arms falou sobre as novidades desta edição.

Fica ai a dica para quem está à procura de um lugar pra passar as férias de agosto ou até mesmo um final de semana de lazer. Mais informações também podem ser acessadas pelo site http://www.festivaldegramado.net. Não deixe de acompanhar também no Instagram @gramadoblog que sempre traz novidades e diversos tipos de informações sobre tudo que acontece na cidade gaúcha.

 

Até a próxima!

Ouça a 730
apple android
(62) 98400-1757