Atlético Goianiensebrasao-goias-3Vila Nova
appleandroidtwitterfacebookyoutubeinsta-bordaemail

Mesmo depois de passar pelo susto de quase perder o voo da volta, não poderia deixar de contar a experiência única de conhecer Santiago, no Chile. Após longa escala em Guarulhos, desembarcamos na linda capital chilena.  Além do frio de 2°C, um misto de cansaço e emoções tomavam conta de nós.

No primeiro dia, escolhemos conhecer a cidade, tomar um chocolate quente, fazer um tour panorâmico, enxergar uma outra realidade da capital chilena. Escolhemos uma empresa de turismo de brasileiros lá em Santiago: a Destino Chile. Tivemos como guia, o grande Rodrigo Peña que, depois de muita parceria e risadas, se tornou nosso amigo. Muito se fala sobre a famosa rota central de Santiago que, basicamente, envolve: Palácio La Moneda, Cerro Santa Lucia, Plaza de Armas, Mercado Central, bairro Bellavista e outros próximos a esses. 

whatsapp image 2017 06 15 at 16.45.50Pontos históricos e importantes para o Chile que não podem ficar fora de nenhum roteiro. Mas Santiago é muito maior do que isso. Conhecemos uma outra realidade da capital chilena. Las Condes e Vitacura, dois bairros de classe média alta, muito sofisticados e predominantemente residenciais. Muitos dizem que são os Estados Unidos na América do Sul. E, claro, fizemos um passeio único no teleférico, desfrutando as maravilhas de Santiago do alto, e de fundo a Cordilheira dos Andes.

 

whatsapp image 2017 06 15 at 16.46.23 Após uma parada para o almoço em um restaurante típico chileno, fomos à vinícola Concha y Toro, onde escolhemos fazer o tour “Marques de Casa Concha”, uma verdadeira experiência de vinho na qual, além do passeio, degustamos 7 vinhos harmonizados com tábua de diferentes tipos de queijos. Tudo iss acompanhado de um sommelier Concha y Toro.

 

whatsapp image 2017 06 16 at 17.37.44 Eu, particularmente, tinha muita expectativa de curtir a balada chilena, inclusive fiz planos para todos os dias da viagem, mas confesso que o frio me impediu de aproveitar mais. Na primeira noite conhecemos um restaurante bem famosinho em Santiago: o Como Água para Chocolate. A comida espetacular, show ao vivo, embalado até por músicas brasileiras e um atendimento único em Santiago. Inclusive, essa foi uma parte que marcou nossa visita: o grande Ernesto, garçom que nos atendeu, esbanjava simpatia, com expressões faciais que até hoje nos fazem copiá-lo, rir e lembrar daquele momento. Um restaurante muito especial, que vale a pena conhecer, mesmo com fila de espera. 

whatsapp image 2017 06 15 at 16.49.53 No Segundo dia, fomos fazer o passeio mais esperado: o Valle Nevado. Situado na Cordilheira dos Andes, a 46 quilômetros da cidade de Santiago, é considerado o maior centro de esqui da América do Sul. Um lugar lindo e que não é tão frio como se pensa. Devido à altura, os raios solares batem e aumentam a sensação térmica. Pode parecer loucura, mas escolhemos não esquiar, preferimos passar o dia apreciando as deliciosas bebidas do Valle Nevado. 

Na segunda noite, fomos conhecer um dos pontos mais famosos da Capital: o Restaurante Giratório. Um lugar bastante conhecido em Santiago, que gira 360° enquanto se desfruta o almoço e/ou jantar, e possibilita ter uma visão incrível da cidade pelo 18° andar.  Porém, peca no atendimento.  Além de caro, os garçons não são tão simpáticos. Mas, como eu sempre digo, vale a pena conhecer, pode ser uma experiência ruim que eu tive, mas que outros não teriam.

whatsapp image 2017 06 15 at 16.50.28Já em ritmo de despedida, no último dia tive o privilégio de conhecer um dos lugares mais lindos que estive na vida: Embalse el Yeso. Uma lagoa com água de cor verde esmeralda e está localizado na Cordilheira dos Andes a uma altitude de 3000 metros na zona interior do Cajón del Maipo. É a principal fonte de abastecimento de água potável para a cidade de Santiago. Chegamos até as proximidades em um ônibus e caminhamos cerca de dois quilômetros até a maravilhosa lagoa, além de desfrutar um piquenique chileno delicioso. 

whatsapp image 2017 06 15 at 16.43.34Última noite em Santiago, e não poderíamos deixar de aproveitar e conhecer pelo menos um pouquinho da noite chilena. Foi aqui que caímos de paraquedas em um Pub, lotado e com uma banda maravilhosa, que tocava os principais ritmos do Chile, encerrando aí a nossa aventura de três dias na Cordilheiras dos Andes. Se eu voltaria a Santiago? Com certeza! Mesmo achando tudo muito caro, vale a pena cada pedacinho. A minha dica é: conheça o Chile e desfrute dessas belezas. Sobre o susto de perder o voo, vem a parte boa de saber que ainda existem pessoas boas e que elas descem à Terra em forma de anjos.

whatsapp image 2017 06 15 at 17.01.08

Chile, tchau!

 

Ouça a 730
apple android
(62) 98400-1757