Atlético Goianiensebrasao-goias-3Vila Nova
appleandroidtwitterfacebookyoutubeinsta-bordaemail

Leia mais...O Super Destinos deste final de semana desembarca em Amsterdã, capital da Holanda, um dos locais mais procurados por turistas de todo o mundo.

Na cidade portuária, o turismo cresceu quase 40% nos últimos quatro anos. Alguns viajantes de férias gostam tanto do país que acabam ficando por lá e fazem dele sua morada. e simplesmente gosta do país e decide fazer dale sua morada.

A paranaense de Curitiba Silvia mora em Amsterdã há 27 anos e trabalha como guia de turismo especialmente para brasileiros. Ela conta que um dos fatores que mais costumam atrair os sulamericanos, o frio, está desaparecendo aos poucos.

“Quando cheguei aqui o inverno era mais rigoroso. A estação inteira fica entre 7 e 10 graus. No mês de fevereiro, temos temperaturas abaixo de 0, mas a verdade é que o frio está diminuindo cada vez mais. Os canais já não congelam mais. A patinação, por exemplo, só em pistas artificiais”, relata.

No verão, os termômetros chegam a bater os 34 graus. A partir de abril, quando a primavera chega acompanhada de temperaturas mais amenas, o “país das flores”, fica mais colorido. Amsterdã não é conhecida por ser um dos famosos centros de compras da Europa, mas pode surpreender muita gente pela variedade de opções que combinam com os mais diversos tipos de gosto e bolsos.

“O Parque Keukenhof, a 40 minutos de Amsterdã, é conhecido como o parque das tulipas. Uma beleza indescritível que pode se ver em um festival de cores e flores. O auge do parque com a exposição das flores é em abril. A partir de 30 de novembro começa o festival de luzes, com esculturas de luzes nos canais. Apesar do frio e de escurecer cedo, a cidade fica muito alegre no inverno por conta dessa iluminação”, conta.

Amsterdã está localizada ao norte da Holanda e não sedia o governo do país, que fica em Haia. A capital possui pouco mais de 800 mil habitantes e possui um dos portos mais movimentados da Europa.

Acompanhe o Super Destinos acessando o blog da jornalista Luciana Maciel.

Conheça mais de Amsterdã, ouça a entrevista na íntegra

Leia mais...Desde 1933 que a Capital mais populosa do Centro-Oeste vem se transformando. Atualmente com uma região metropolitana com 2.493.792 moradores, considerada por muitos uma cidade jovem, aos 84 anos, Goiânia sempre recebeu a todos de braços abertos com um povo hospitaleiro e de culturas diversas.

Referência na art déco, a sucessora do posto antes ocupado pela histórica e querida Cidade de Goiás, encanta não só a turistas como aos próprios moradores. Isso porque diariamente as belezas de Goiânia não escapam às lentes de seus admiradores.

Prova disso é o concurso fotográfico “Goiânia 84 Anos”, promovido pela Rádio 730, cujos vencedores foram divulgados na última terça-feira, dia 24 de outubro. Mas este é um assunto para daqui a pouco.

Isso porque a edição deste Super Sábado (28) é mais que especial e mostra que a Capital goiana é sim um Super Destino. De acordo com a diretora de Promoção e Incentivo ao Turismo de Goiânia, Daniella Barbosa, a Capital goiana é uma espécie de porta de entrada para quem vem a Goiás. “É como se Goiânia fosse a porta de entrada do estado. O turista vem aqui, conhece a Capital e daqui parte para os destinos das nascentes como Pirenópolis, Caldas Novas e as chapadas”, afirma.

Quem vier à Capital para conhecer os diversos estilos musicais, não vai se decepcionar. Atualmente, Goiânia possui o maior festival de música sertaneja do mundo, recordista também no que se refere às dimensões do palco. Em 2017, o Villa Mix ultrapassou a própria marca, com uma estrutura de 69,37 metros de altura e 120 de largura. Um colosso, superando em cerca de 20 metros a edição anterior. Para quem gosta de rock e um som alternativo, o Centro Cultural Oscar Niemeyer (CCON) é um dos pontos de encontro da cidade.

“Somos um destino muito eclético. Tem muita coisa para se fazer na cidade. Um dos pontos altos da cidade hoje são os eventos, e são diversos. Destacamos o Villa Mix, para quem curte música sertaneja, e o Bananada, que de uns cinco anos para cá tem ganhado muita potência e atraído gente de todo o Brasil”, afirma.

Por falar em eventos, Goiânia não fica de fora quando o assunto é Turismo Religioso. A Capital é uma das atrações de quem vem ao estado para participar da festa do Divino Pai Eterno, em Trindade, e João de Deus, em Abadiânia. “Somos muito conhecidos pelo destino religioso, muito por Trindade e pelo João de Deus, em Abadiânia”, reitera.

Goiânia também se consolidada como um destino de negócios. Empresários de todas as partes do Brasil e do mundo chegam a Goiânia em busca de expansão das atividades ou de conhecimento. “Negócios também é uma modalidade de eventos. As pessoas vêm para congressos e eventos e acabam esticando para conhecer a Capital”, relata.

Para as compras, “Goiânia é um perigo”, no bom sentido, é claro, com opções de setores comercial como a Região da Rua 44, no Centro, e Campinas.

Acompanhe todos os Super Destinos no blog da jornalista Luciana Maciel

Quer saber mais sobre Goiânia? Ouça a entrevista na íntegra do Super Destinos.

"Finalistas Goiânia 84 Anos"

Na última terça-feira (24), data do 84º aniversário da Capital, a Rádio 730 divulgou no programa Cidadania em Destaque, os três vencedores do concurso fotográfico “Goiânia 84 Anos”. Agora, chegou a hora de matar a curiosidade e saber quem foram os outros 14 finalistas selecionados antes da grande decisão da comissão julgadora. Confira na galeria a seguir o que as lentes dos nossos ouvintes, que assim como nós, “vivem Goiânia”, registraram em nossa belíssima cidade.

View the embedded image gallery online at:
http://portal730.com.br/blogs/luciana-maciel#sigProId82ed99a545

 

 

Leia mais...Neste Super Sábado (14), o Super Destinos desembarcou em um dos destinos mais procurados do Nordeste: a praia de Jericoacoara, localizada a 300 km da Capital cearense, Fortaleza.

Considerada uma das 10 mais belas praias do mundo pelo jornal norte-americano Washington Post, Jericoacoara é considerada uma área de proteção ambiental há 33 anos e desde 2002, se tornou um Parque Nacional.

O empresário do ramo de Turismo, Bruno Vasconcelos Silveira, dá dicas para quem quer conhecer o local. “É preciso buscar saber com quem você está indo buscar informações sobre a empresa. Nós vendemos sonhos. Se a pessoa buscar uma empresa que tem credibilidade, certamente o sonho dela se realizará”, aponta.

Ainda de acordo com o empresário, além das belezas naturais, Jericoacoara possui outros atrativos, tais como a gastronomia e opções de lazer tanto para quem gosta de tranquilidade, quanto para os quem apreciam festas. “Temos o melhor da culinária nordestina, a nossa comida regional. Além disso tem restaurantes italianos, franceses, até tailandeses. Jericoacoara é uma praia para todos os gostos. É um lugar romântico e bem familiar. Temos vários restaurantes e bares com música ao vivo também”, destaca.

Da repórter Luciana Maciel

Ouça o Super Destinos sobre Jericoacora na íntegra:

Leia mais...Você já deve ter ouvido falar no Kremlin, na Praça Vermelha, Duma Federal, Bolshoi, Leste Europeu. Se ainda não, certamente os termos Guerra Fria e União Soviética não devem soar como pouco familiares.

Afivelem os cintos e não economizem nos casacos. A menos de nove meses para a fria Copa do Mundo FIFA 2018, o Super Destinos especial desta semana decola para o próximo país sede do maior evento esportivo do mundo: a Rússia, o maior país em extensão territorial do planeta, com mais de 17 milhões de km².

Somente no mês de agosto, foi registrado aumento de 40% nas vendas de pacotes para o mundial, e quem ainda tem interesse em assistir de pertinho os jogos, não pode mais perder tempo.

Com cinco viagens à Rússia no currículo, o diretor de viagens Paulo Castelo Branco já visitou 10 das 11 cidades sede dos jogos. Em entrevista à jornalista Luciana Maciel, ele recomenda pouco mais de uma semana, pelo menos, para que o turista possa conhecer grandes pontos turísticos do país.

“Dez dias na Rússia eu diria que é o tempo ideal para que se possa conhecer principalmente as cidades mais importantes que são Moscou e São Petersburgo, que são fabulosas e fantásticas”, recomenda.

As duas são as maiores cidades russas, respectivamente. Para quem ainda não se planejou ou pensa em viajar para assistir aos jogos, Paulo Castelo Branco relata como estão os preços atualmente, em dólares.

“As passagens aéreas ainda estão em torno de US$ 1,8 mil, porque o Brasil não tem voo direto para a Rússia. Necessariamente terá que parar em algum ponto da Europa para poder seguir para Moscou ou São Petersburgo. São em torno de US$ 7 mil ou US$ 8 mil para assistir a dois jogos na Rússia”, destaca.

Para quem pensa em ficar mais tempo no país, o diretor de viagens recomenda visitar a cidade que sediou os últimos jogos olímpicos de inverno. “Sochi é um balneário extremamente interessante, com uma rede hoteleira super moderna, com uma estrutura fabulosa. E Cazã também, que já completou mais de mil anos”, reitera.

Paulo Castelo Branco garante ainda que a gastronomia russa não deixa a desejar. Uma curiosidade é um prato tipicamente russo, oriundo do século XIX.

“Come-se carne, peixes, e um prato que é muito conhecido do brasileiro: o estrogonofe. O que difere é que o estrogonofe de lá vai purê de batata e no meio uma carne bem mais fininha do que a que temos no Brasil”, afirma.

Clique aqui e acompanhe o Super Destinos no blog da jornalista Luciana Maciel

Quer saber mais sobre a Rússia? Ouça a entrevista na íntegra

Leia mais...

Reportagem: Luciana Maciel

Leia mais...Se você pensava que Toronto era a capital do Canadá, saiba que não, mas bem que podia ser. A maior cidade canadense é também a quarta maior da América do Norte, e é o Super Destino da edição deste sábado (26).

Situada na província de Ontário, a cerca de 98 quilômetros da fronteira com o estado de Nova York nos Estados Unidos, Toronto possui cerca de 5 milhões de habitantes, praticamente o quíntuplo da capital Ottawa, com pouco mais de 1,4 milhões de cidadãos em sua região metropolitana.

Dinâmica e cosmopolita, possui uma verdadeira mistura de arquitetura moderna, como a terceira torre mais alta do mundo, a CN Tower, com mais de 553 metros de altura; e histórica, como a Nathan Phillips Square, a praça cívica da cidade onde está localizado o prédio da prefeitura.

Toronto é ainda referência em sistema de transportes, diversidade étnica e cultural, tendo como idiomas predominantes o inglês e o francês, além de oportunidades para intercâmbio. No ano de 2015, foi eleita pelo site The Economist como a melhor cidade do mundo para se viver.

Apaixonada pelas terras nórdicas do Canadá, a consultora de Turismo, Thaís Pinheiro, concedeu entrevista exclusiva à jornalista Luciana Maciel, da Rádio 730, relata alguns dos motivos para se conhecer Toronto.

Clique aqui e acompanhe o blog da jornalista Luciana Maciel

“Embora seja a maior cidade e centro financeiro do país, não parece que se está em uma grande cidade. Tem um sistema de transporte simples, que atende a toda a cidade. Toronto é muito segura, você pode caminhar à vontade à noite, com a família, com crianças, é muito tranquila. Estrutura de cidade grande, com segurança de cidade pequena”, analisa.

Segundo Thaís Pinheiro, segurança também o fator que atrai um alto número de estudantes com o objetivo de fazer intercâmbio no país. E não é de hoje. Entre 2007 e 2011, o Canadá registrou aumento de 33% no número de alunos estrangeiros em seu território, mais de 73 mil só no primeiro ano deste período.

“Por segurança e por ser um país pacífico. A cidade de Toronto é a principal do país também neste quesito como todos estes benefícios como também qualidade de vida, boas escolas, facilidade de acesso a transporte, onde há a possiblidade de se manter uma vida sociável com cultura, com muitos parques para passear”, enumera.

Próximo do ártico, mas também do clima temperado dos Estados Unidos, o Canadá, segundo a consultora de Turismo, possui dois períodos bem definidos quanto às temperaturas. “Faz bastante frio de novembro a março. De maio a início de setembro, o clima fica muito bom”, ressalta, avaliando de acordo com o perfil do turista brasileiro.

Quer saber mais sobre Toronto? Ouça a seguir a entrevista na íntegra do quadro Super Destinos deste sábado (26).

Leia mais...É incrível o poder de escrever a respeito de um lugar, sem nunca ter visitado antes. Essa foi a minha sensação, ao ter Ibiza para retratar belezas, gastronomia, história, enfim, um Super Destino a se conhecer. Ibiza é a ilha mais procurada por europeus durante o verão, e atrai turistas de todos os países e de todas as idades.  

Também conhecida como Ilha Branca, é tão linda, cheia de sensações e de gente bonita e feliz, que deixa até quem não conhece sem palavras!  Situada na Espanha, é possível pegar um voo de Barcelona que te leve ao paraíso tombado pela Unesco em 1999. 

Quem é que não gosta de ter tudo em um lugar só? Balada, afinal essa é a primeira coisa que se pensa, quando coloca-se Ibiza em um roteiro. O centro da cidade de Ibiza é muito bonito, tem muita história e aquele clima praiano de charme das cidades do mediterrâneo. Com arquitetura antiga porém com decoração moderna, possui bons bares e restaurantes com vistas muito bonitas. Além da gastronomia, da história, das festas e dos mercadinhos hippies. Ibiza tem praias de todos os tipos. São mais de 40 praias em toda a ilha.Imagine só isso, eu mesma ficaria fácil 30 dias em um destino como esse.

E se você está planejando viajar para lá, não deixe de conferir também as dicas imperdíveis que o goiano, Vigner Nunes, que vive em Ibiza deu pra galera do Super Destinos.

Leia mais...Chegou a hora de conhecer o principal cartão postal do Maranhão: os Lençóis Maranhenses. O acesso principal é através de um voo até São Luís, capital do Maranhão. Apesar da capital ser bem interessante de visitar, não é obrigatório ficar por lá. A partir do aeroporto, saem transportes direto para Barreirinhas ou outras regiões do parque.

Qual a melhor época pra ir? O litoral do Maranhão, onde o Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses está localizado, possui duas épocas climáticas marcantes. A época das chuvas vai de fevereiro a maio. Por isso, a melhor época para quem deseja contemplar e mergulhar nas lagoas do parque, é de maio a setembro. A partir de setembro, as lagoas começam a secar. Mesmo assim, ainda dá para aproveitar. Os Lençóis Maranhenses são um desses destinos de viagem que, após conhecer, você irá se perguntar porque afinal não viajou para lá antes.

Quer dicas de onde se hospedar nos Lençóis Maranhenses? A região do Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses contempla 3 cidades: Barreirinhas, Santo Amaro e Primeira Cruz. A cidade base mais famosa para explorar os Lençóis, é Barreirinhas. A cidade possui uma boa infraestrutura de hotéis e restaurantes, com acesso fácil de carro.

Se você procura um destino único e exótico, chegou a hora de conhecer o Maranhão. Provavelmente você vai ter dificuldade de encontrar outro lugar com uma paisagem tão peculiar. Andar no alto de uma duna, e encontrar uma lagoa de águas verde esmeralda, ou curtir um mergulho numa lagoa exclusivamente sua, conhecer uma praia deserta, percorrer um rio navegando entre buritis, são experiências que você só vai encontrar nos lençóis maranhenses. Você, com certeza, vai se perguntar: porque eu não vim para os Lençóis Maranhenses antes? Depois me conta. Até a próxima.

Ouça entrevista na íntegra:

                      

Ouça a 730
apple android
(62) 98400-1757