Atlético Goianiensebrasao-goias-3Vila Nova
appleandroidtwitterfacebookyoutubeinsta-bordaemail

Na época da Rádio K do Brasil, a emissora já transmitiu vários esportes nas coberturas olímpicas. Mas futebol americano, nunca! E se a emissora der a louca e resolver destinar algumas das suas 12 horas diárias dedicadas ao futebol brasileiro, para o futebol americano?

Pense como seria nos Debates Esportivos...

- O Marcelo Borges debatendo com o Charlie Pereira sobre a falta de um fullback no Crocodiles...

"Marcelo, você é um corporativista! Ele não está tendo nem metade do aproveitamento que ele teve na temporada passada! Está faltando um halfback mais responsável ali, heim!"

"Charlie, você foi criado em apartamento... É muito ingênuo pra ver que nas três últimas temporadas, a oscilação do Tom Brady não fez nenhuma diferença no time!"

- O Cléber Ferreira enaltecendo o trabalho do coach, com o Nilton César mandando-o tirar a camisa...

"Ele é muito bom! O Nilton, que já foi até motorista de funerária, não reconhece que o muleque joga muito!"

"Esse Cléber é muito fanático pelos Red's! Ô liderança: tira a camisa e vem pro debate!"

- O Dr. Ledes Gonçalves ponderando o trabalho do presidente dos Cascavéis...

"É um bom sujeito! Se tiver cabeça, não vai cair na lábia desses quarterback's que não sabem o que querem..."

E na Hora do Esporte...

- O Evandro Gomes vibrando com o ataque vermelho dos Tigres...

"Isso é o Tigrão! A massa clamava por um time descente e ele veio! Deus está do nosso lado, ele também é colorado!" (Desculpa, Evandro! Não pude me conter... rs)

E no Toque de Primeira...

- O Nivaldo Carvalho falando que o cornerback do Goiânia Rednecks está tomando aquela "água de parede" nas noites goianienses...

"Fiquei sabendo que esse fez faculdade com os irmãos na Geórgea. "Matou" muitas por lá..."

E no Futebol Fantástico...

- O Paulo Francisco mandando "um abraço do tamanho do Brasil-sil-sil-sil..." pra galera fanática pelos Packers...

"O time é muito bom! Mas falta um presidente como Roberto Dinamite pra gerenciar aquilo tudo ali, heim..."

 

Seria muito diferente!

Tenho comigo que se o futebol americano continuar nessa crescente, um dia ainda o futebol americano vai ser comum aqui na terra do samba.

Ah! E depois desses escândalos, corrupções, máfia de arbitragem, jogadores entregando jogos, briga nas arquibancadas, estádios vazios, etc., o futebol brasileiro que abra muito bem os olhos, viu...

 

Ouça a 730
apple android
(62) 98400-1757