Atlético Goianiensebrasao-goias-3Vila Nova
appleandroidtwitterfacebookyoutubeinsta-bordaemail

futefsbol.jpg

Neste domingo (19), festejamos o Dia Nacional do Futebol, ou melhor, deveríamos festejar o Dia Nacional do Futebol.

Em uma data tão significativa para o nosso país, não podemos comemorar por estarmos à beira de um grande caos, instalado pela falta de competência dos milionários "Cartolas". Como já dizia o MESTRE Armando Nogueira, "os cartolas pecam por ação, omissão ou comissão". Para o terror dos goianos, a nossa média de público são as que mais estão sendo abaladas por essa crise que não passa.

Quando vamos discutir sobre os motivos pelo qual os torcedores não comparecerem mais aos estádios de futebol, vejo vários especialistas falando que "o torcedor não é tratado como deveria", ou que "o estádio sempre vazio é culpa do marketing que não faz nada!". Chegam até a dizer que "o Serra Dourada é sujo", como se antigamente fosse tudo umas mil maravilhas! Ah, sem esquecer que "os ingressos são muito caros", etc. Na boa, conversa pra boi dormir!

O que falta pro torcedor voltar a comparecer aos estádios, se resume em uma só palavra: FUTEBOL!

O poderoso Goiás Esporte Clube, que sempre esteve lado a lado dos principais clubes do Brasil, hoje parece estar na Série A apenas por passagem.

O tradicional Atlético Clube Goianiense, que após uma ascensão incrível, se contenta apenas em não cair para a terceirona do Brasileiro.

E o gigante Vila Nova Futebol Clube, que não briga por extremamente NADA de relevante à quanto tempo?

Hoje nossos times parecem estar à beira do precipício! 

Mas mesmo assim, para TENTAR festejar a data, a Rádio 730 me encarregou a responsabilidade de produzir parte de um especial para o programa Futebol de Goyaz, que foi ao neste domingo, ao meio-dia.

Neste especial, as principais perguntas eram: "o que o futebol representa pra você?" e "qual o seu jogo inesquecível?".

Para produzir o especial, fui ao estádio nas partidas Goiás x Santos, Atlético x Mogi Mirim e Vila Nova x Botafogo/PB. Perguntamos para jogadores, comentaristas e torcedores. Após ouvir os vários depoimentos por inúmeras vezes, fiquei um tanto quanto incomodado com o tamanho da insatisfação de todos com o atual momento vivido pelo futebol.

Em um desses jogos, assim parei para conversar com um torcedor, o mesmo me sugeriu que justamente no Dia do Futebol, a Rádio 730 fizesse 1 minuto de silêncio in memorian ao futebol brasileiro. Fiquei bastante pensativo com o que um rapaz vilanovense havia me dito.

O Brasil sempre foi uma baderna politicamente falando. Porém, antigamente o torcedor sempre se esquecia dos problemas políticos da República Federativa e a falta de competência dos administradores brasileiros, assistindo um bom futebol e apreciando um pouco do seu time do coração. Hoje, ou o futebol está parecendo política, ou realmente está um pouco pior que ela.

Assim como os brasileiros, que após uma série de fatores tomaram nojo da política, não é difícil achar pessoas falando que um dia já gostaram de futebol, mas que hoje não sabe nem quem é o lateral-esquerdo da Seleção Brasileira.

CONSEGUI!

Em pleno julho de 2015, consegui o feito inédito de chegar ao fim de um texto que cita a incompetência dos Cartolas, sem ao menos mencionar os escândalos da FIFA ou a máfia da CBF. Mereço um parabéns, não?

FUTEBOL DE GOYAZ E SUAS HISTÓRIAS

Falando agora só de coisas boas e de quando o futebol ainda era um esporte onde a maioria das pessoas que o dirigiam eram dignas do nosso respeito, confira o especial produzido pela equipe do Futebol de Goyaz, sobre o Dia do Futebol.

Quer uma dica? Preste bem atenção no 4º bloco! Impossível não se identificar com alguns dos jogos mencionados pelos verdadeiros torcedores do esporte mais apaixonante do planeta.

BLOCO 1: A teoria do "Grupo de Ensino e Pesquisa Aplicada ao Futebol" (GEPAF), em que o futebol explica o mundo. 

BLOCO 2: Os especialistas da Rádio 730, explicando o significado do futebol na opinião de cada um.

BLOCO 3: Os ídolos do passado e do presente, também falando sobre a importância do futebol para cada um deles.

BLOCO 4: A torcida goiana foi protagonista desse memorável bloco. A arquibanca ganhou voz e demostrou por mais uma vez, o seu amor incondicional pelo futebol.

 

Ouça a 730
apple android
(62) 98400-1757