Foto: Portal 730
arielmamede.portal
O Atlético foi eliminado da Copa São Paulo Sub-20 nesta terça-feira. O Dragãozinho caiu diante do Paulista pelo placar de 1 a 0. 

O técnico rubro-negro, Ariel Mamede, concedeu entrevista à Rádio 730 e comentou sobre a derrota que acarretou na eliminação atleticana. O treinador afirmou que a intensão era se defender e conseguir contra-ataques que pudessem matar o jogo, mas infelizmente, com os desfalques do meio de campo, faltou aquele jogador para sair com velocidade e realizar o que foi planejado. Apesar disso, Mamede elogiou o empenho da garotada. "Diante do que foi proposto, os jogadores, da melhor maneira possível, se dedicaram de alma", ressaltou. 

Ariel assumiu toda a responsabilidade pela derrota e disse que não esperava o gol adversário sair aos 39 minutos do segundo tempo, e que propostas para o estilo de jogo são assim, as vezes propõe uma que dá certo e as vezes não sai como planejado. 

"A responsabilidade é toda minha, a estratégia quem adotou foi eu, os jogadores fizeram exatamente o que eu pedi, não contávamos com o gol no final do jogo. Acredito que fomos muito bem defensivamente", declarou. 

Para o treinador, os meninos se superaram na competição e, principalmente, na partida de ontem. Além do time atleticano ter desfalques, muitos jogadores são jovens e participaram pela primeira vez de uma Copa São Paulo, além disso, o Paulista tem um excelente time e estava jogando em casa, com a torcida a favor. 

"Não acho que sentiram pressão não, se postaram perfeitamente, fizeram exatamente o que eu pedi. Orgulho tremendo do trabalho dos meninos, fizemos história aqui no Atlético", afirmou. 

Sobre seu futuro, Mamede afirmou que a intenção é permanecer, mas que isso não depende só dele. 

"Depende da diretoria também, quero seguir em frente. Estou muito feliz aqui, viemos em um grupo muito difícil, circunstancias difíceis, com trabalho de pouco tempo, muitos jogadores vindos do Sub-17, enfim, uma série de situações que poderiam nos taxar como o time que cairia na primeira fase, mas conseguimos fazer história de maneira muito honrosa", finalizou.

Ouça a 730
apple android
(62) 98400-1757